Geral

Fazendeiros são multados em R$ 25 mil por extração de aroeira

A Polícia Militar Ambiental multou Renê Alves Capgnga e Idael Crispim da Fonseca em R$ 25 mil cada um, por comercializaram aroeira sem autorização ambiental. As autuações foram aplicadas ontem (07), durante fiscalizações em propriedades rurais de Campo Grande. De acordo com a polícia, Renê havia vendido a Idael 324 lascas e 40 firmes de […]

Arquivo Publicado em 08/09/2010, às 17h20

None

A Polícia Militar Ambiental multou Renê Alves Capgnga e Idael Crispim da Fonseca em R$ 25 mil cada um, por comercializaram aroeira sem autorização ambiental. As autuações foram aplicadas ontem (07), durante fiscalizações em propriedades rurais de Campo Grande.


De acordo com a polícia, Renê havia vendido a Idael 324 lascas e 40 firmes de aroeira, que seriam usadas para construção de cercas.


Os autuados responderão por crime ambiental e, se condenados, poderão pegar pena de um a dois anos de reclusão.


Lei


A portaria 83, de 1991, do IBAMA proíbe o corte da “aroeira” e algumas outras espécies de madeiras nobres, sem plano de manejo, que precisa ser aprovado pelos órgãos ambientais. Inclusive, em desmatamentos autorizados, essas espécies não podem ser cortadas.

Jornal Midiamax