Geral

Espetáculo “Coreogeografia MS” é apresentado em Ivinhema

Neste sábado (10), o espetáculo “Coreogeografia MS” será apresentado, às 20h,  na cidade de Ivinhema, no Ginásio Municipal da cidade. A iniciativa cultural é do Grupo Dome de Dourados. A entrada é gratuita. Segundo a coreógrafa e diretora do Grupo Dome, Blanche Torres, o “Coreogeografia MS” apresenta o folclore de Mato Grosso do Sul de forma […]

Arquivo Publicado em 10/07/2010, às 17h18

None

Neste sábado (10), o espetáculo “Coreogeografia MS” será apresentado, às 20h,  na cidade de Ivinhema, no Ginásio Municipal da cidade.


A iniciativa cultural é do Grupo Dome de Dourados. A entrada é gratuita. Segundo a coreógrafa e diretora do Grupo Dome, Blanche Torres, o “Coreogeografia MS” apresenta o folclore de Mato Grosso do Sul de forma contemporânea e bem humorada, além de ser uma homenagem à dança-teatro da coreógrafa alemã Pina Bausch, que morreu em junho do ano passado.


A proposta de criação coreográfica do espetáculo se apropriou dos verbos dos poemas de Manoel de Barros para criar movimentos embalados por músicas de Helena Meirelles, Dino Rocha, Tetê Espíndola, Almir Sater, Biko do Trombone e Rozemberg, Caetano Veloso, Uakti, Canto Kaiowá e Ney Matogrosso.


O elenco é formado por Társila Bonelli, Lorena Hernandez, Andiara Pacco, João Rocha, Márcio Osório, Flávio Calixto, Liziane Zarpellon, Rosana Segatto e Blanche Torres. A especialista em dança, Lenira Rengel, professora doutora da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia (UFBA), afirma que o FIC-MS acerta ao promover o Grupo Dome de Dourados. “Blanche e o grupo transitam por vários códigos de dança para tratar de questões regionais que se expandem à aldeia global, como já bem disse McLuhan”, lembra.


Ela diz ainda que a proposta de dialogar com a força intelectual expressiva da dança-teatro busca expandir as possibilidades cênicas de corpos tão díspares que se juntam para compartilhar uma arte/vida de um novo Estado brasileiro, no qual tantos “Brasis” convivem. O espetáculo já foi apresentado em Dourados, Naviraí, Amambai, Itaporã, Campo Grande e Maracaju.

Jornal Midiamax