Geral

Enchentes: governador busca ajuda da União no DF

A intenção é conseguir da União a liberação imediata de recursos para os municípios que sofreram prejuízos após as chuvas em Mato Grosso do Sul: Aquidauana, Miranda, Coxim e Novo Horizonte do Sul

Arquivo Publicado em 26/01/2010, às 13h50

None

A intenção é conseguir da União a liberação imediata de recursos para os municípios que sofreram prejuízos após as chuvas em Mato Grosso do Sul: Aquidauana, Miranda, Coxim e Novo Horizonte do Sul

O governador André Puccinelli segue amanhã (27) para Brasília (DF), onde deve participar às 15 horas (horários de Brasília) de reunião na Secretaria Nacional de Defesa Civil e, em seguida, às 16 horas, no Ministério da Integração Nacional.

Ele leva todos os processos necessários para a liberação imediata de recursos para os municípios que sofreram prejuízos após as chuvas em Mato Grosso do Sul: Aquidauana, Miranda, Coxim e Novo Horizonte do Sul.

Durante cerimônia ontem (25) de assinatura de convênios com o Estado, o secretário nacional para o Centro-Oeste do Ministério da Integração Nacional, Carlos Henrique Sobral, adiantou que o trabalho do Governo do Estado e da Defesa Civil terá sua “contrapartida financeira” após a reunião com o ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima.

Desde seu retorno de férias, o governador tenta agilizar o atendimento aos municípios atingidos. Também foram enviados alimentos, colchões e medicamentos para esses municípios.

O coordenador estadual de Defesa Civil e comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Ociel Ortiz Elias, que acompanha o governador nas reuniões em Brasília, juntamente com prefeitos e o secretário estadual de Obras Públicas e de Transportes, Edson Giroto, explica que, nesta semana, já foram homologados pelo Estado os decretos municipais de situação de emergência de Aquidauana e Miranda.

No caso de Novo Horizonte do Sul, o governador assinou o decreto direto com objetivo de agilizar o atendimento ao município.

Já a situação de emergência no município de Coxim já foi reconhecida pelo Ministério da Integração Nacional, através da Secretaria Nacional de Defesa Civil e só aguarda liberação de recursos.

“Estamos levando todos os processos dos municípios, com todos os documentos necessários para que possam ser liberados recursos imediatos pelo ministério”, explica o coronel.

Jornal Midiamax