Geral

Em menos de uma hora, fogo atinge duas casas em Campo Grande

No primeiro caso, a provável causa das chamas seria curto circuito. No segundo, os bombeiros presumem que o incêndio tenha sido provocado por vazamento de gás de um dos botijões utilizados para acender a churrasqueira; uma pessoa ficou ferida e com bastante prejuízo material

Arquivo Publicado em 01/11/2010, às 19h00

None

No primeiro caso, a provável causa das chamas seria curto circuito. No segundo, os bombeiros presumem que o incêndio tenha sido provocado por vazamento de gás de um dos botijões utilizados para acender a churrasqueira; uma pessoa ficou ferida e com bastante prejuízo material

Os militares do Corpo de Bombeiros foram acionados para atender um incêndio em residência localizada na Rua Piquiri, Jardim Tarumã, por volta das 14h15 desta segunda-feira. Já por volta das 14h55, 40 minutos depois, outra ocorrência de incêndio em casa, desta vez na Vila Carlota, também em Campo Grande.

No primeiro incêndio, uma residência construída metade em madeira ficou parcialmente queimada. A dona de casa, Lindinalva Braz, 49 anos, conta que estava lavando roupa no quintal de casa, um dos netos dormia em um dos cômodos e o outro brincava perto dela. O que estava fora resolveu beber água, quando viu fumaça e voltou correndo para avisá-la.

“Entrei correndo e vi que o colchão pegava fogo. As chamas estavam bem altas. Daí corri pro outro quarto e peguei meu netinho de um ano no colo e saí”, conta Lindinalva que recebeu ajuda de vizinhos para retirar alguns móveis e apagar parcialmente as chamas.

A parte construída em alvenaria é da filha de Lindinalva, a garçonete Laura Braz. A feita em madeira, que tinha dois quartos e um banheiro, ficou totalmente destruída e a dona de casa desabrigada.

Segundo caso

Enquanto os militares do Corpo de Bombeiros terminavam de atender o incêndio no Jardim Tarumã, outro pedido de socorro pelo mesmo motivo vinha do bairro Vila Carlota. Neste segundo caso, a casa era toda construída em alvenaria e a parte danificada ficava nos fundos onde funcionava espaço para churrasqueira.

Segundo informações colhidas pela reportagem no local, o dono do imóvel Jaime Teixeira se preparava para viajar com a família. Ele foi até o espaço onde funcionava a churrasqueira para pegar alguns objetos. “Estava eu, minha mãe e minha namorada dentro de casa quando escutamos o estrondo”, diz Rodrigo Teixeira.

Jaime Teixeira foi encontrado com sinais de tontura, com os cabelos queimados, queimaduras nos braços. No local o prejuízo material ainda não foi calculado. Haviam dois botijões grandes e um pequeno, mas ainda não foi possível determinar o que realmente aconteceu.

Com a explosão, o teto do compartimento se quebrou e os alimentos da dispensa ficaram queimados. Jaime foi socorrido pela esposa Eliane Teixeira e transportado para um hospital particular.


Jornal Midiamax