Geral

Eleições 2010: Presidente do TSE pede ao eleitor para “votar com convicção e consciência”

Em pronunciamento de rádio e televisão na noite deste sábado (30), o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Ricardo Lewandowski, pediu aos eleitores brasileiros que votem com “convicção e consciência” neste segundo turno.De acordo com o ministro, o voto consciente “é fundamental para o fortalecimento de nossa democracia e a construção de um futuro […]

Arquivo Publicado em 31/10/2010, às 13h56

None

Em pronunciamento de rádio e televisão na noite deste sábado (30), o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Ricardo Lewandowski, pediu aos eleitores brasileiros que votem com “convicção e consciência” neste segundo turno.

De acordo com o ministro, o voto consciente “é fundamental para o fortalecimento de nossa democracia e a construção de um futuro de progresso e bem-estar para todos os brasileiros, especialmente para as próximas gerações”.

O presidente lembrou ainda que o segundo turno permite que cada eleitor possa meditar melhor acerca das ideias, propostas e projetos dos candidatos que continuam na disputa. É também uma oportunidade de “analisar, com mais cuidado, a personalidade e a vida pregressa dos candidatos”, além de examinar o programa e a trajetória dos partidos políticos que os apóiam.

Por esses motivos, o ministro Lewandowski destacou a importância de que todos os eleitores compareçam às urnas neste domingo (31), mesmo aqueles que não votaram no primeiro turno “podem e devem exercer esse direito amanhã”.

Leia a íntegra do pronunciamento:

Eleitoras e eleitores

Amanhã, 31 de outubro, voltaremos às urnas para escolher aqueles que ocuparão os cargos de presidente da República e governador do Distrito Federal e de alguns estados.

A nossa Constituição estabelece que, se nenhum dos candidatos que concorreram a esses cargos conseguiu alcançar a maioria absoluta dos votos válidos na primeira votação, realiza-se uma nova eleição entre os dois mais votados.

Essa regra permite que, passadas as emoções do primeiro turno, cada eleitor possa meditar melhor acerca das ideias, propostas e projetos dos candidatos que continuam na disputa.

O segundo turno das eleições é a oportunidade que temos para analisar, com mais cuidado, a personalidade e a vida pregressa dos candidatos e também para examinar, com maior detalhe, os programas e a trajetória dos partidos políticos que os apoiam. 

É o momento de fazermos uma segunda reflexão, agora mais aprofundada, sobre as pessoas que irão nos governar pelos próximos quatro anos. Mas não é só isso. Ao escolhermos os novos governantes, estaremos também definindo as políticas públicas que eles colocarão em prática, sobretudo nas áreas da educação, saúde, habitação, segurança, previdência social e meio ambiente.

Por isso, é muito importante que todos os eleitores compareçam às urnas neste domingo. Mesmo aqueles que, por qualquer razão, não puderam votar no primeiro turno, ou ainda não justificaram a sua ausência, podem e devem exercer esse direito amanhã.

Votar com convicção e consciência é fundamental para o fortalecimento de nossa democracia e a construção de um futuro de progresso e bem-estar para todos os brasileiros, especialmente para as futuras gerações. 

Agradeço a atenção e desejo-lhes uma boa noite!

Jornal Midiamax