Geral

Dólar atinge a menor cotação desde novembro

A pressão exercida pelas ações de maior peso sobre o Ibovespa, como Petrobras – que registrou perdas pesadas nesta terça-feira (14), levou o mercado acionário brasileiro a encerrar o pregão no vermelho, depois de três altas seguidas. Com mínima de 67.561 pontos e máxima de 68.092 pontos, o Ibovespa recuou 0,50%, aos 67.691 pontos. O […]

Arquivo Publicado em 14/09/2010, às 21h41

None

A pressão exercida pelas ações de maior peso sobre o Ibovespa, como Petrobras – que registrou perdas pesadas nesta terça-feira (14), levou o mercado acionário brasileiro a encerrar o pregão no vermelho, depois de três altas seguidas.

Com mínima de 67.561 pontos e máxima de 68.092 pontos, o Ibovespa recuou 0,50%, aos 67.691 pontos. O volume negociado no pregão desta terça-feira atingiu o expressivo montante de R$ 8,208 bilhões.

Entre os ativos de maior peso sobre o Ibovespa, Vale PNA recuou 0,66%, a R$ 42,26; Petrobras PN teve forte queda de 5,12%, a R$ 26,85; Itaú Unibanco PN teve alta de 1,43%, a R$ 39,05; BM&FBovespa ON teve desvalorização de 0,49%, a R$ 14,26; e OGX Petróleo ON subiu 1,09%, a R$ 20,48.

No mercado americano, o índice Dow Jones teve queda de 0,17%, aos 10.527 pontos, o Nasdaq registrou valorização de 0,18%, aos 2.290 pontos, e o S&P 500 caiu 0,07%, para 1.121,10 pontos.

Jornal Midiamax