Geral

Dilma diz que denúncias não abalaram sua candidatura

A candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, disse hoje (25) que as recentes denúncias envolvendo a ex-ministra da Casa Civil Erenice Guerra não abalaram sua candidatura, apesar da queda nas últimas pesquisas de intenção de voto. “Tem uma pesquisa que me dá 49% dos votos, a outra me dá 50% de preferência […]

Arquivo Publicado em 25/09/2010, às 19h30

None

A candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, disse hoje (25) que as recentes denúncias envolvendo a ex-ministra da Casa Civil Erenice Guerra não abalaram sua candidatura, apesar da queda nas últimas pesquisas de intenção de voto.

“Tem uma pesquisa que me dá 49% dos votos, a outra me dá 50% de preferência do eleitorado e uma outra me dá 51%. Eu estou na margem de erro, oscilando entre um e dois pontos. Eu não vejo nenhum problema. A pesquisa é o retrato desse momento”, disse.


A candidata disse que não sobe no salto alto. “A gente não sobe no salto alto porque tem de ter respeito pela eleição. Você só vai saber o resultado na urna. Eu estou me sentindo nessa eleição muito feliz. Na eleição e essa caminhada por esse Brasil inteiro eu levo uma coisa muito importante, eu levo a energia do povo brasileiro, a alegria do povo brasileiro, a imensa generosidade do povo brasileiro, e sobretudo, o reconhecimento que eu vi em várias das milhões e milhões de pessoas que eu convivi”.


A candidata do PT visitou hoje, com o governador do Rio e candidato a reeleição, Sérgio Cabral, os elevadores panorâmicos do Complexo Rubem Braga, que permitem o acesso dos moradores das comunidades do Cantagalo e do Pavão/Pavãozinho à estação do Metrô General Osório, em Ipanema, zona sul da cidade.

Jornal Midiamax