Geral

Corumbá entra na faixa para aumento na cota do FPM

Falta só a oficialização do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), que deve acontecer no final de novembro, mas Corumbá já superou o número mínimo de habitantes para subir de faixa na tabela de repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), da União. A última parcial do Censo 2010, divulgada nesta quinta-feira, 28 […]

Arquivo Publicado em 29/10/2010, às 11h34

None

Falta só a oficialização do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), que deve acontecer no final de novembro, mas Corumbá já superou o número mínimo de habitantes para subir de faixa na tabela de repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), da União. A última parcial do Censo 2010, divulgada nesta quinta-feira, 28 de outubro, traz Corumbá com 101.904 moradores.

Para ter direito ao reforço no FPM era necessário que a cidade tivesse, pelo menos, 101.881 habitantes. O total populacional garante incremento de aproximadamente R$ 1 milhão. Atualmente, o índice do município é de 2,2% e se chegar a população de quase 102 mil moradores Corumbá vai passar para coeficiente de 3,2%. Isso garantiria aumento de cerca de 40% no índice do FPM, aumentando dos R$ 2,5 milhões, recebidos em média, para aproximadamente R$ 3,5 milhões por mês.

Na próxima quarta-feira, 03 de novembro, o IBGE divulga números computados até a última terça-feira, dia 26. Restará, a coleta realizada pelos recenseadores por meio do mutirão. A técnica lembra que o trabalho em andamento se deve justamente ao fato de que ainda existem imóveis residenciais encontrados fechados e a preocupação é buscar os moradores desses locais.

A coleta de informações já terminou e agora, o Instituto deve aplicar, para os domicílios fechados, a média de moradores por residência do município, levantado ao longo do recenseamento. Esse número, atualmente, está em 3,74% em Corumbá. Desde o dia 1º de agosto, o IBGE promoveu o recenseamento em 27.215 domicílios na cidade e tinha estimados 30.142 imóveis no município.

O Instituto dividiu Corumbá em 149 setores censitários e manteve 91 recenseadores no trabalho de pesquisa de campo.

Jornal Midiamax