Geral

Cinco já morreram afogados no rio Paraguai em 2010

O Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul emitiu um alerta em relação a acidentes que possam ser causados neste final de semana prolongado. De acordo com a corporação, o rio Paraguai, em Corumbá é um dos mais perigosos para banho, juntamente com os rios Taquari, na região de Coxim, e o rio Aquidauana. […]

Arquivo Publicado em 29/10/2010, às 19h18

None

O Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul emitiu um alerta em relação a acidentes que possam ser causados neste final de semana prolongado. De acordo com a corporação, o rio Paraguai, em Corumbá é um dos mais perigosos para banho, juntamente com os rios Taquari, na região de Coxim, e o rio Aquidauana.


Só este ano foram 39 mortes por afogamento ocorreram em todo o Estado. Somente em Corumbá, até este mês de outubro, foram cinco mortes por afogamento. Em 2009 o total de óbitos chegou a sete.


Os bombeiros alertam para evitar banhos nos rios e utilizem apenas as piscinas de clubes regularizados, que deverão ter um salva-vidas a cada 500 metros garantindo a segurança dos banhistas, como é previsto pela legislação. Há também orientação para que certas brincadeiras sejam evitadas, como “caldos”, “trotes” ou “saltos”. As consequências podem ser graves e causar lesões e até afogamentos.


Mesmo com a orientação para evitar banhos nos rios, se os banhistas forem aos rios, a dica é para que se mantenham sempre nas margens,  devido a correnteza e profundidade. Caso crianças estejam acompanhando é aconselhável que elas entrem somente na parte rasa e acompanhadas por responsáveis maiores de idade e que saibam nadar. Outra orientação é que elas estejam equipadas com boias ou flutuadores a fim de garantir ainda mais a segurança.

Jornal Midiamax