Geral

Cheques sem fundos é o menor desde 2005, segundo Serasa

O índice de cheques sem fundos em relação ao total de emissões atingiu 1,62% em agosto, informou a Serasa Experian, empresa especializada em análise de crédito. Este é o menor porcentual de inadimplência em cheques desde fevereiro de 2005. Considerando apenas os meses de agosto, este é o menor volume de devoluções desde agosto de […]

Arquivo Publicado em 20/09/2010, às 15h33

None

O índice de cheques sem fundos em relação ao total de emissões atingiu 1,62% em agosto, informou a Serasa Experian, empresa especializada em análise de crédito. Este é o menor porcentual de inadimplência em cheques desde fevereiro de 2005. Considerando apenas os meses de agosto, este é o menor volume de devoluções desde agosto de 2004.

De janeiro a agosto deste ano, de acordo com a Serasa Experian, foram devolvidos o equivalente a 1,82% dos cheques emitidos. Este é o menor porcentual para os primeiros oito meses do ano desde 2004. “Os seguidos recuos na inadimplência com cheques caracterizam uma melhora em sua qualidade. Utilizado mais intensamente em compras à vista e parceladas, via pré-datado, para prazos mais curtos, o cheque volta a ser um bom meio de pagamento para os lojistas e consumidores”, registraram os economistas da Serasa Experian no documento de divulgação da pesquisa.

Em agosto, 94.964.759 cheques foram compensados e outros 1.534.852 foram devolvidos. De janeiro a agosto, o total de compensados atinge 824.483.660 cheques, enquanto 18.558.716 foram devolvidos no período.

Estados

No acumulado dos oito primeiros meses deste ano, o Amapá é o Estado com o maior índice de devoluções de cheques, com 11,26%. Em seguida aparecem Maranhão (9,59%) e Roraima (9,23%). São Paulo é o Estado com o menor índice de cheques sem fundos, com 1,38%. O Rio de Janeiro surge na sequência, com 1,51%.

Jornal Midiamax