Capital tem várias ruas interditadas e trânsito confuso

O estrago maior é no cruzamento da Ceará com a Ricardo Brandão, devido à queda do viaduto a interdição é total, mas em outras ruas ainda há lama e sedimentos na pista
| 01/03/2010
- 15:41
Capital tem várias ruas interditadas e trânsito confuso

O estrago maior é no cruzamento da Ceará com a Ricardo Brandão, devido à queda do viaduto a interdição é total, mas em outras ruas ainda há lama e sedimentos na pista

A chuva forte que caiu no fim da tarde de sábado provocou estragos nunca antes vistos na infraestrutura urbana de Campo Grande, sobretudo na área central. Ao menos seis cruzamentos estão total ou parcialmente interditados, ou requer atenção dos motoristas devido ao acúmulo de sedimentos na pista.

Equipes da Prefeitura percorrem os pontos críticos, guardas de trânsito ajudam na sinalização para agilizar o fluxo de veículos. A agenda do prefeito Nelsinho Trad (PMDB) foi retirada do site oficial, a assessoria diz que foi suspensa. Só às 11h o prefeito deve falar com a imprensa sobre as providências em andamento.

A situação é crítica no cruzamento da rua Ricardo Brandão com a Ceará, que já estava comprometida devido ao rompimento do bueiro sobre o córrego Prosa, em dezembro do ano passado. Agora, parte do viaduto desabou, uma cratera se abriu ao lado lateral à Ricardo Brandão, engolindo parte da área de lazer de um condomínio.

O cruzamento está totalmente interditado. O trânsito fluía normal, com ajuda dos guardas da Agetran, agora pela manhã. O diretor da Agetran, Rudel Trindade, estava no local avaliando os estragos. A interdição na Ricardo Brandão vai desde a rua Nova Era até pouco antes da Câmara Municipal. “Causa um transtorno enorme, sobrecarrega todo o trânsito que se dirige à Uniderp”, disse Rudel.

“Tenho notado problema com os motociclistas. Continuam rodando com velocidade, mas precisam tomar cuidado porque tem lama na pista. Muita gente está caindo e se machucando”, alerta Rudel.

Outro ponto totalmente interditado é o cruzamento da rua Rio Negro com Rachid Neder, no bairro Monte Castelo. Como se trata de uma travessa de pouco movimento, Rudel Trindade garante que não há prejuízo relevante no trânsito.

O trânsito já está normal na Via Park, no cruzamento com a avenida Mato Grosso. Ontem, a pista estava interditada, o córrego transbordou, um ônibus e o caminhão do Corpo de Bombeiros atolaram no canteiro central. Ontem mesmo a lama foi removida e o trânsito, liberado, afirma Rudel. Mas continua interditada a avenida Mato Grosso, logo acima do cruzamento com a Via Park, devido a uma cratera que abriu no asfalto.

Na rua Joaquim Murtinho, cruzamento com a Fernando Corrêa, também o trânsito já foi liberado. Inclusive na rua Chaad Scaff, próxima deste ponto, que já estava prejudicada pelo rompimento da pavimentação no início da semana passada, o trânsito flui, mas serão necessários reparos urgentes, disse o diretor da Agetran.

Últimas notícias