Geral

Arquidiocese da Capital se manifesta sobre escândalo com padre

A Arquidiocese de Campo Grande publicou, nesta quinta-feira (2), uma nota de esclarecimento sobre a suspeita de que um padre da Paróquia Maria Medianeira das Graças, na Vila Popular, teria tido relacionamento afetivo com um rapaz de 19 anos. Segundo a nota, o Departamento Jurídico da Arquidiocese investiga as denúncias com seriedade, responsabilidade e imparcialidade. […]

Arquivo Publicado em 02/09/2010, às 17h52

None

A Arquidiocese de Campo Grande publicou, nesta quinta-feira (2), uma nota de esclarecimento sobre a suspeita de que um padre da Paróquia Maria Medianeira das Graças, na Vila Popular, teria tido relacionamento afetivo com um rapaz de 19 anos.


Segundo a nota, o Departamento Jurídico da Arquidiocese investiga as denúncias com seriedade, responsabilidade e imparcialidade. Todos os envolvidos foram e continuam sendo ouvidos para esclarecimentos.


Ainda de acordo com a Arquidiocese, até agora não foi encontrado nada que possa ser considerado como ação imoral. Ao contrário, recorrendo-se a sérias testemunhas, os supostos fatos denunciados não foram confirmados. “Caso seja verdade, será tomada toda providência cabível, de acordo com o Código de Direito Canônico e, se necessário, perante a Justiça Civil e Penal”, esclarece a nota.


O caso


No dia 22 de agosto deste ano o Midiamax publicou uma matéria sobre um suposto relacionamento de um padre, da referida igreja, com um rapaz de 19 anos, que é casado. De acordo com populares, o jovem decidiu fazer a denúncia após ele e sua esposa terem sofrido ameaças, por ter rompido a relação com o sacerdote.


Segundo moradores da Vila popular, fiéis que frequentam a paróquia participaram de uma reunião, no início do mês de agosto, com padres e o arcebisbo da Capital, Dom Vitório Pavanello. Sem respostas, coordenadores pastorais teriam solicitado renúncia no dia 4.


O Midiamax procurou um dos suspeitos para ouvi-lo, porém ele estava celebrando uma missa. Outro padre atendeu a equipe, porém não se manifestou sobre o episódio, anotou o telefone da redação, mas não fez nenhum contato.

Jornal Midiamax