Geral

Aposentada do BB perde R$ 26 mil no golpe do bilhete premiado

Uma funcionária aposentada do Banco do Brasil de Dourados foi vítima hoje do golpe do bilhete premiado. Por volta das 8h30 a mulher que tem 51 anos caminhava pela Rua Olinda Pires de Almeida, próximo a Uems, na Vila Progresso, quando foi abordada por um desconhecido. O homem chegou pedindo informação de uma loja onde […]

Arquivo Publicado em 28/10/2010, às 20h06

None

Uma funcionária aposentada do Banco do Brasil de Dourados foi vítima hoje do golpe do bilhete premiado.

Por volta das 8h30 a mulher que tem 51 anos caminhava pela Rua Olinda Pires de Almeida, próximo a Uems, na Vila Progresso, quando foi abordada por um desconhecido.

O homem chegou pedindo informação de uma loja onde lá encontraria uma pessoa que o ajudaria a resgatar um prêmio de um bilhete.

Em determinado momento um casal se aproximou e entrou na conversa. O homem que afirmou ser engenheiro, ofereceu ajuda. Ele pegou o bilhete e fez algumas ligações dizendo em seguida que o valor do prêmio do bilhete era de mais de R$ 26 milhões e se propôs a ajudar o proprietário do bilhete.

Neste momento o golpista que fazia papel de dono do bilhete pediu uma garantia em dinheiro e afirmou que após sacar o montante daria ao trio a quantia de R$ 900 mil, ficando então para cada um R$ 300 mil.

O suposto engenheiro disse que tinha R$ 40 mil e apresentou um pacote com as notas. A vítima disse que não tinha nada na ocasião. Eles seguiram então para uma agência do BB e ela efetuou um empréstimo de R$ 26 mil.

O trio de golpistas ficou com a mulher das 8h30 até às 12h30, já que por conta da quantia alta, ela teve que efetuar o saque em agências diferentes.

Por fim apenas o golpista que se apresentou como engenheiro ficou com a vítima. Ele pediu então todo o dinheiro e disse que iriam sacar o dinheiro do bilhete premiado. Quando ele pegou o pacote, afirmou que precisava ir ao banheiro e que já voltaria.

Devido a demora, a vítima percebeu que havia caído em um golpe e foi até a delegacia do 1º Distrito Policial de Dourados registrar a ocorrência. A polícia está investigando o caso.

Jornal Midiamax