Geral

Alencar pode deixar a UTI hoje

O médico Paulo Hoff, que integra a equipe que acompanha José Alencar, disse que o vice-presidente pode deixar a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio-Libanês ainda nesta quarta-feira (29). “Não há indícios de novo sangramento depois do procedimento realizado ontem. Estamos felizes com isso e, se ele continuar com essa evolução, a possibilidade […]

Arquivo Publicado em 29/12/2010, às 16h01

None

O médico Paulo Hoff, que integra a equipe que acompanha José Alencar, disse que o vice-presidente pode deixar a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio-Libanês ainda nesta quarta-feira (29). “Não há indícios de novo sangramento depois do procedimento realizado ontem. Estamos felizes com isso e, se ele continuar com essa evolução, a possibilidade de ele deixar a UTI ainda hoje é real.”

Hoff explicou as razões médicas para que Alencar não possa viajar de avião. “A pressurização do avião pode colaborar para um novo sangramento. Este é um momento cívico muito importante para o país e principalmente para ele. A vontade de estar na posse é perfeitamente compreensível, mas o mais importante que estar lá é ele estar bem. Ele tem essa consciência.”

O médico disse ainda que, se Alencar seguir com a evolução do quadro clínico, poderá retomar o tratamento contra o câncer na próxima semana

Histórico médico

O vice-presidente está internado desde quarta-feira (22) por causa de uma hemorragia intensa, o que o levou a perder dois litros de sangue. O vice-presidente luta contra um câncer na região do abdome e já passou por 18 cirurgias. Em julho de 2009, foi submetido a uma operação motivada por uma obstrução intestinal causada por tumores abdominais.

Em setembro deste ano, o vice-presidente foi internado no mesmo hospital em razão de um edema agudo de pulmão. Em julho, por causa de uma crise de hipertensão, ficou hospitalizado e passou por um cateterismo. Em novembro, durante outro período de internação, sofreu um infarto.

Jornal Midiamax