Geral

4º Festival de Bandas e Fanfarras reúne 52 corporações

Com a participação de 4.200 pessoas, entre músicos, grupos coreográficos, regentes e dirigentes, o ginásio Guanandizão, na Capital, recebe nos dias 18 e 19 de setembro o 4º Festival Sul-Mato-Grossense de Bandas e Fanfarras, com entrada gratuita. O evento, que conta com o patrocínio do Fundo de Investimentos Culturais (FIC/MS) da Fundação de Cultura de […]

Arquivo Publicado em 14/09/2010, às 18h14

None

Com a participação de 4.200 pessoas, entre músicos, grupos coreográficos, regentes e dirigentes, o ginásio Guanandizão, na Capital, recebe nos dias 18 e 19 de setembro o 4º Festival Sul-Mato-Grossense de Bandas e Fanfarras, com entrada gratuita.


O evento, que conta com o patrocínio do Fundo de Investimentos Culturais (FIC/MS) da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, é realizado pela Federação de Bandas e Fanfarras e reúne 52 bandas de 28 municípios do Estado. As apresentações acontecem a partir das 12 horas no dia 18 (sábado) e às 8 horas no dia 19 (domingo).


Diversos estilos musicais, sem distinção de ritmos ou épocas, marcam o som das bandas: marchas, músicas eruditas, regionais e sucessos do momento fazem parte do repertório das corporações.


As bandas também apresentarão performances exclusivas das balizas e balizadores, além das coreografias dos pelotões de linha de frente, mostrando a evolução que as fanfarras de Mato Grosso do Sul atingiram nos últimos anos.


O Festival é uma alternativa à população para manter contato com a música instrumental, além de garantir lazer e entretenimento cultural. Já para os jovens integrantes das corporações musicais é uma oportunidade de divulgar o trabalho sócio-educativo desenvolvido pelas bandas e fanfarras do Estado.


“A Federação de Bandas e Fanfarras completa em setembro nove anos de criação e atuação e a realização do 4º Festival Sul-Mato-Grossense é uma grande oportunidade para as corporações apresentarem sua arte e o trabalho sócio-cultural desenvolvido”, destaca o Maestro Carlos Alberto Alexandre, presidente da instituição.

Jornal Midiamax