Geral

Segundo Marun, custo da Assembléia pode ser reduzido em 50%

O candidato ao Governo do Estado pela Coligação “Frente Ampla”, Carlos Marun (PTB), está no auditório da Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul), em Campo Grande, apresentando sua proposta de governo a classe ruralista. Ele disse que o governador José Orcírio Miranda dos Santos (Zeca do PT) pregou tanto a […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

O candidato ao Governo do Estado pela Coligação “Frente Ampla”, Carlos Marun (PTB), está no auditório da Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul), em Campo Grande, apresentando sua proposta de governo a classe ruralista.

Ele disse que o governador José Orcírio Miranda dos Santos (Zeca do PT) pregou tanto a governabilidade, mas que no final acabou de conchavo com os deputados estaduais e prejudicou o Estado, pois a Assembléia Legislativa gasta hoje R$ 6 milhões dos cofres públicos.

“Como isso pode acontecer. A Câmara de Campo Grande tem a mesma estrutura e gasta somente R$ 1 milhão. O governador não fez nada contra isso, tornando mais um governo decepcionante”, declarou Marun.

A intenção do candidato é reduzir esse valor em, pelo menos, 50%, pois de acordo com ele, com R$ 6 milhões pode-se administrar uma cidade do tamanho de Dourados.

Jornal Midiamax