Geral

Garotinho diz que liminar não se estende a toda imprensa

Em entrevista a Rádio CBN, o pré–candidato do PSB à Presidência da República, Anthony Garotinho, justificou que a liminar que impede a imprensa de divulgar qualquer matéria a seu respeito é quanto às fitas gravadas e editadas por um ex-companheiro de partido. “Sou defensor da liberdade de imprensa e da verdade, o que eu não […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

Em entrevista a Rádio CBN, o pré–candidato do PSB à Presidência da República, Anthony Garotinho, justificou que a liminar que impede a imprensa de divulgar qualquer matéria a seu respeito é quanto às fitas gravadas e editadas por um ex-companheiro de partido. “Sou defensor da liberdade de imprensa e da verdade, o que eu não quero é que sejam divulgadas inverdades a meu respeito”. Garotinho, atualmente com 16% das intenções de voto, diz que será um bom presidente e que o bom governo que fez no estado do Rio de Janeiro irá ajudá-lo na sua candidatura. “Quando governei o Rio de Janeiro, saí com 88% de aprovação. Sou um candidato de vida limpa. Tenho uma mulher, nove filhos e uma casa que herdei dos meus pais”, concluiu.

Jornal Midiamax