Geral

Felipão se irrita com críticas à seleção

Apesar da fácil vitória sobre a Catalunha por 3 a 1, Scolari demonstrou um pouco de irritação com algumas perguntas na entrevista coletiva realizada após o jogo, em Barcelona. Além de defender seus jogadores, ele em alguns momentos chegou a perder a calma, principalmente quando a atuação da zaga foi criticada. – Eu não estou […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

Apesar da fácil vitória sobre a Catalunha por 3 a 1, Scolari demonstrou um pouco de irritação com algumas perguntas na entrevista coletiva realizada após o jogo, em Barcelona. Além de defender seus jogadores, ele em alguns momentos chegou a perder a calma, principalmente quando a atuação da zaga foi criticada.

– Eu não estou entendendo a colocação de vocês. Nós ganhamos da Catalunha e parece que perdemos de 5 a 0. Isso não desce pela minha garganta! Parece que meus zagueiros têm que ganhar todas as 100 bolas que vêm. Eu achei que a zaga jogou bem, mas, se não foi assim, peço desculpas – disse, rispidamente.

Para Scolari, o adversário era forte e, por isso, o teste foi válido. Mas ele também admitiu que os jogos na primeira fase da Copa do Mundo serão mais complicados.

– Foi um adversário forte, um bom teste. Mas, sem desmerecer a Catalunha, os jogos pela Copa serão bem mais complicados. A Turquia tem uma marcação forte, parecida com a nossa. A China tem jogadores de estatura elevada e hoje (sábado) sofremos um gol numa bola levantada – explicou, sem falar sobre a Costa Rica.
O treinador aproveitou para defender seus jogadores, principalmente Ronaldinho e Roque Júnior. Mas para ele, o atacante pode chegar ao Mundial em melhor forma.
Agência Globo

Jornal Midiamax