Geral

Curso apresenta diagnóstico e epidemiologia de doenças bovinas

O diagnóstico tardio de certas doenças pode resultar na perda de produtividade e prejuízos para o produtor rural. Para atualizar os profissionais de medicina veterinária, a Associação Brasileira de Buiatria em Mato Grosso do Sul está trazendo ao Estado especialistas e pesquisadores renomados de diversas instituições brasileiras e argentinas para o curso de atualização em […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

O diagnóstico tardio de certas doenças pode resultar na perda de produtividade e prejuízos para o produtor rural.

Para atualizar os profissionais de medicina veterinária, a Associação Brasileira de Buiatria em Mato Grosso do Sul está trazendo ao Estado especialistas e pesquisadores renomados de diversas instituições brasileiras e argentinas para o curso de atualização em “Doenças Infecciosas de Bovinos – Epidemiologia e Diagnóstico”.

A capacitação é oportuna já que, a partir do próximo mês, começa a vigorar a lei de rastreabilidade entre os bovinos. Pela lei, só poderão ser exportados animais que contenham todo o seu histórico registrado.

Mais de dez conferencistas vão ministrar 32 horas de aula sobre os estudos mais recentes de diversas doenças, diagnósticos e epidemiologia. O curso será realizado de 18 a 21 de junho, na sede da Embrapa e da Federação de Agricultura e Pecuária de MS (Famasul), em Campo Grande.

Segundo o presidente da Associação de Buiatria, Mário Luiz Pompeo, Campo Grande vai ganhar laboratório referência na Embrapa Gado de Corte, o que requer a atualização dos profissionais.

Conforme Pompeo, com a globalização, diversas doenças são trazidas para o rebanho do país e dentro do cenário de comércio internacional, quanto mais rápido as doenças são identificadas menor é o prejuízo do produtor. Mato Grosso do Sul possui hoje o maior rebanho de gado de corte, com 24 milhões de cabeça.

Os interessados em participar do curso podem se informar através do telefone 384-0018, do Escritório da Associação de Buiatria. O investimento é de R$ 200,00 para profissionais e R$ 170, 00 para sócios da associação e acadêmicos.

Jornal Midiamax