Geral

Abuso do poder econômico leva Tribunal a fazer novas eleições

O TRE cassou os diplomas dos prefeitos de Ribas do Rio Pardo e Ivinhema. A nova votação ocorre em julho.

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

O TRE cassou os diplomas dos prefeitos de Ribas do Rio Pardo e Ivinhema. A nova votação ocorre em julho.

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE) marcou novas eleições municipais para julho em Ivinhema e Ribas do Rio Pardo. Nos dois municípios, o prefeito e o vice foram cassados por um mesmo motivo: distribuição de cestas básicas para fins eleitorais e abuso do poder econômico. Em maio, o Tribunal determinou nova votação, marcada para 14 de julho, na cidade de Ivinhema, após declarar nulos os diplomas do prefeito José Antônio Pereira dos Santos (PSDB) e da vice Tereza Osmarina (PDT). No final da tarde de terça-feira, os desembargadores do TRE decidiram adotar a mesma medida em Ribas do Rio Pardo, onde a eleição ocorrerá no dia 28 de julho. O prefeito José Domingues Ramos (PSDB) já havia recorrido antes contra a cassação ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o qual não aceitou o recurso. Ainda cabe recursos ao Supremo Tribunal Federal.

Jornal Midiamax