Em um jogo com três expulsões e uma arbitragem confusa, o venceu o -GO por 2 a 1, neste domingo, no Estádio Serra Dourada, pela primeira rodada do , para a festa do técnico Tite, que foi visto comemorando com os torcedores após o apito final.

Com um jogador a menos desde o primeiro tempo, o Atlético-GO chegou a perder um pênalti, com Shaylon, e teve um gol anulado, antes de sofrer o gol de Pedro, também da marca da cal, em um lance duvidoso e que gerou muitas críticas por parte do time goiano. O atacante Luiz Fernando chegou a falar que “a arbitragem só fez m…”. O segundo tempo também contou com 16 minutos de acréscimo.

Com os três pontos, o Flamengo, principal candidato ao título, começa com o pé direito, enquanto o Atlético-GO terá que dar a volta por cima no próximo compromisso no Brasileirão.

O jogo começou nervoso no Serra Dourada, com reclamação de ambos os lados contra a arbitragem. E foi assim que Jair Ventura acabou sendo expulso. Sem o seu treinador no banco de reservas, o Atlético se perdeu e viu o Flamengo passar a dominar o duelo, mas sem conseguir criar grandes oportunidades de gol.

A situação do Atlético foi piorar aos 43, quando Pedro foi derrubado por Alix Vinicius. Como o atacante era o último homem, o defensor foi expulso. Com um jogador a mais, o Flamengo pressionou, mas só conseguiu abrir o placar em uma cobrança belíssima de falta de De la Cruz, o primeiro dele com a camisa rubro-negra.

O gol frustrou os planos do Atlético, que não conseguiu esboçar reação antes do intervalo. O jogador a menos acabou limitando o clube goiano, que estava muito bem postado defensivamente e acabou surpreendido com a bela batida de De la Cruz.

Apesar de estar com um jogador a mais, o Flamengo pouco apareceu no segundo tempo e foi dominado pelo adversário, principalmente após o gol de empate. Aos 17 minutos, Yony González iniciou a jogada e viu a bola chegar em Maguinho. O lateral cruzou para Luiz Fernando, que acertou uma linda cabeçada para o gol.

O Atlético continuou em cima e teve um pênalti marcado a seu favor após Léo Pereira trombar com Luiz Felipe dentro da área. Shaylon foi para a cobrança e mandou na trave. Aos 37, Baralhas chegou a marcar, mas a arbitragem anotou impedimento e anulou o lance.

Mesmo assim, o Atlético era muito superior, até que a arbitragem viu um pênalti de Maguinho em cima de Bruno Henrique. O árbitro apitou com ajuda do VAR e expulsou o lateral do Atlético. Pedro foi para a cobrança e marcou.

Após o gol, a torcida criticou a arbitragem, com xingamentos e vaias. Os jogadores do Atlético também reclamaram muito, mas os três pontos foram para o Flamengo.

O Flamengo volta a campo na quarta-feira, às 21h30, para enfrentar o , no Maracanã, no (RJ). No dia seguinte, o Atlético-GO visita o Botafogo, às 21h30, no Engenhão, também na cidade maravilhosa.