A arbitragem no futebol brasileiro anda tão em baixa faz algum tempo que a Ferj (Federação Carioca de Futebol) inovou na decisão sobre quem apitará o clássico entre Flamengo e Vasco, neste domingo (4), pelo estadual. Os clubes se reuniram na sede da entidade nesta sexta-feira (2) para avaliar e dar aval em alguns nomes indicados para o sorteio. Assim, em comum acordo, optaram por indicar Wagner Nascimento Magalhães para o clássico

“Em nome da transparência, em reunião na Ferj, o Departamento de Arbitragem (DEAF-RJ) apresentou nomes de árbitros para comandar x Flamengo, neste domingo, às 19h, no Maracanã. Os representantes dos clubes, apesar do direito de indicar algum nome, aprovaram e optaram por Wagner Nascimento Magalhães. O VAR ficará sob a responsabilidade de Rodrigo Nunes de Sá”, informou a Ferj.

Flamengo e Vasco já haviam se encontrado na Ferj na quinta-feira (1.º). Então, definiram-se todos os detalhes de segurança, organização e de acesso dos times ao Maracanã para o primeiro clássico da atual edição do .

Vasco já havia questionado arbitragem do Carioca

Apesar de o estadual ainda estar no início, com somente cinco rodadas disputadas, as dos clubes em relação às polêmicas de arbitragem são gigantes. O Vasco, por exemplo, questionou bastante o trabalho de Tarcizo Caetano no empate por 2 a 2 com o Bangu.

As reclamações foram pela expulsão de Jair logo no início. Depois, pelos dois minutos a mais de acréscimos e o consequente pênalti duvidoso anotado para o Bangu empatar no último lance. O CEO vascaíno Lucio Barbosa foi até a Ferj. Após análises dos lances polêmicos, o árbitro acabou afastado e passará pelo Processo de Formação Continuada.

A Ferj também anunciou o afastamento de João Marcos Gonçalves Fernandes após verificar “falhas gritantes na parte disciplinar da arbitragem de Nova Iguaçu x Vasco, completamente em desacordo com as instruções do Departamento de Árbitros e fora do padrão de excelência estabelecido como regra”.

O Campeonato Carioca começou sem a utilização do Árbitro de Vídeo nas rodadas da primeira fase da Taça Guanabara. Mas, por causa das sucessíveis polêmicas, os jogos dos grandes terá VAR a partir desta rodada.