Campeão da Copa do Brasil e garantido na próxima edição da Copa Libertadores da América, o São Paulo se aproxima de cumprir sua última missão da temporada no Campeonato Brasileiro. Com um gol de Luciano, o time do técnico Dorival Junior derrotou o Cruzeiro por 1 a 0, nesta quinta-feira, no Morumbi, e se afastou um pouco mais do pelotão que luta para evitar o rebaixamento.

Com o resultado positivo em casa, o São Paulo chegou aos 42 pontos e subiu para o décimo lugar, ultrapassando Cuiabá e Corinthians na tabela. Na história do Brasileirão, o número mágico para evitar o rebaixamento é 46.

Ou seja, falta pouco para o time tricolor confirmar sua permanência na Série A. Já o Cruzeiro estacionou nos 37 pontos e é o primeiro time fora da zona de risco, com três de vantagem para o Vasco.

O São Paulo demorou para desatar o nó proposto pelo Cruzeiro no primeiro tempo. A equipe de Dorival Junior ficou amarrada pela marcação até perceber que era necessário algo diferente para furar o bloqueio. A primeira oportunidade só foi construída aos 32 minutos e, mesmo assim, com ajuda de Filipe Machado, que perdeu bola no meio de campo. James Rodríguez ficou com ela, tocou para David e aproveitou o rebote após desvio na defesa para finalizar de pé direito. Rafael Cabral fez ótima defesa.

A arbitragem ficou no centro das atenções pouco antes do intervalo. Alisson aproveitou rebote de Rafael Cabral em cabeçada de David para marcar.

Após quase quatro minutos com os jogadores reagindo ao trabalho do árbitro de vídeo pela imagem do telão do Morumbi, o gol foi anulado pelo VAR por impedimento. Caio Paulista chegou a comemorar antes de perceber que a linha vermelha, milimetricamente à frente da azul, representava o são-paulino.

O São Paulo voltou sonolento para o segundo tempo e viu o Cruzeiro criar duas ótimas chances para abrir o placar. O goleiro Rafael evitou por duas vezes o gol dos visitantes. Dorival Junior percebeu que estava perdendo o controle do jogo e logo fez mudanças para recolocar sua equipe na partida. E foi justamente Luciano, que entrou no lugar de James Rodríguez, o responsável pelo gol da vitória pouco depois de Rafael Elias acertar o travessão são-paulino.