Eles fizeram história no futebol mundial quando atuaram juntos pelo Barcelona e, nesta quinta-feira (16), vão travar um duelo particular quando a entrar em campo para enfrentar o pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2026. Então, protagonistas de suas seleções, Messi e Suárez terão o peso de uma atração à parte neste confronto.

Capitão da seleção argentina, o camisa 10 é o maior artilheiro da competição. A marca veio após balançar a rede duas vezes contra o Peru. Assim, com 31 gols, ele desbancou justamente o centroavante Suárez (29).

Dessa forma, a rivalidade ganha corpo pela amizade que os dois atletas carregam desde os tempos em que foram parceiros no Barcelona. Em grande fase no Grêmio, Suárez comentou sobre o duelo com o amigo Messi.

“Conversamos [com o Messi] e ele estava muito feliz. Sempre me perguntava sobre a seleção e estava muito satisfeito por ter sido eleito o melhor do mundo mais uma vez. Enfrentá-lo é sempre muito bom”, comentou Suárez.

Ex-companheiros do Barcelona, eles têm planos de dividir o ataque do Inter Miami, na próxima temporada, nos Estados Unidos. Assim, o jogo desta quinta, no estádio La Bombonera, em Buenos Aires, pode ser um dos últimos confrontos entre os artilheiros nesta competição.

Suárez briga por vaga de titular

Apesar de protagonistas, Messi e Suárez vivem momentos diferentes em suas seleções. Isso porque, enquanto o meia-atacante ostenta a condição de intocável na equipe comandada por Lionel Scaloni, Suárez briga por uma vaga de titular no setor ofensivo com Darwin Nuñez.

Além da tradição das duas seleções, o jogo coloca em campo também as duas equipes de melhor campanha nas Eliminatórias até aqui. A Argentina aparece como líder isolada, venceu seus quatro compromissos e contabiliza 12 pontos. Já os uruguaios, têm a mesma pontuação do Brasil (7 pontos), mas ocupam a segunda colocação pelos critérios de desempate.