Fortaleza e LDU (Equador) medem forças pelo títlo da Copa Sul-Americana 2023 neste sábado (28), às 16h (horário de Mato Grosso do Sul), no Estádio Domingo Burgueño Miguel, em Punta Del Leste no Uruguai. A equipe brasileira busca o primeiro título internacional de sua história, enquanto os equatorianos jogam pelo bicampeonato da “sula” (já levantou a taça em 2009).

O Fortaleza chega confiante ao duelo. O elenco do Leão teve folga nesta semana, pois o jogo contra o Botafogo pelo Campeonato Brasileiro foi adiado. No Brasileirão a equipe nordestina ocupa a 9ª colocação com 42 pontos.

Na campanha que o levou à decisão da Sul-Americana, o Fortaleza passou em primeiro no Grupo H, que contava com San Lorenzo (Argentina), Palestino (Chile) e Estudiantes de Mérida (Venezuela). No mata-mata a equipe cearense deixou pelo caminho o paraguaio Libertad (oitavas), o América-MG (quartas) e o (semifinais).

Em caso de título, o leão alcançará um feito inédito, se tonará a primeira equipe Nordeste a conquistar um título internacional (em 1999 o CSA bateu na trave ao perder a final da Copa para o argentino Talleres).

Em caso de sucesso, este será o maior título da história do Fortaleza. Entre as conquistas do clube se destacam o Campeonato Brasileiro Série B de 2018 e duas Copas do Nordeste, alcançadas em 2019 e em 2022.

Do outro lado do gramado estará uma LDU focada em trazer mais um título para o Equador. A trajetória da Liga Deportiva Universitária na Sul-Americana começou ainda na primeira fase, com vitória sobre o Delfín (Equador) por 4 a 0 e classificação para a fase de grupos. Assim, passou em primeiro no Grupo A, que tinha Botafogo, Magallanes (Chile) e César Vallejo (Peru). Nas oitavas de final tirou o Ñublense (Chile) nos pênaltis. Também nas penalidades máximas superou o São Paulo nas quartas de final. Nas semifinais conseguiu uma grande vitória por 3 a 0 sobre o Defensa y Justicia (Argentina) na ida e empatou em 0 a 0 na volta, assim se classificando para a final.

Provável escalação

O Fortaleza deve ir a campo com: João Ricardo; Tinga, Brítez, Titi e Bruno Pacheco; Caio Alexandre, Zé Welison e Pochettino; Marinho, Guilherme e Lucero.

Já a equipe equatoriana, deve começar o jogo com: Domínguez, Quinteros, Ade, Rodríguez, Quiñónez; Martínez, Piovi, Ibarra, Jhojan Julio, Alvarado e Paolo Guerrero.

Transmissão

A partida terá transmissão ao vivo do na TV aberta, na ESPN na TV fechada e do serviço de streaming Star+. A partida também será narrada pela Rádio Brasil.

Saiba Mais