Estudantes-atletas do Social ‘Atletas do Amanhã', de , surpreenderam os ‘senseis' no Campeonato Brasileiro Centro-Oeste, que aconteceu no último fim de semana, no ginásio do Rádio Clube, em Campo Grande.

Isso porque cinco lutadores que tiveram apenas 4 meses de treino e conseguiram faturar medalhas na competição, que serve de etapa regional para o Brasileiro de Jiu-Jítsu. De acordo com a FSMJJ (Federação Sul-Mato-Grossense de Jiu-Jítsu), o evento também é válido como sétima etapa do Circuito MS de Jiu-Jítsu, contando pontos para os rankings estadual e nacional.

Antônia Emanuele garantiu uma medalha de prata, enquanto Carlos Eduardo, Micaeli Sanches, Lucas Eduardo e Sofia Nascimento ficaram com um bronze cada. O projeto Atletas do Amanhã é encabeçado pela academia Arruda Team, em parceria com as escolas públicas.

De acordo com a professora e lutadora, Antônia Aparecida Ferreira, o objetivo do projeto tirar as crianças da rua e formar bons cidadãos por meio do esporte. Além de inserir a prática esportiva desde cedo e desenvolver atletas de talento em Mato Grosso do Sul.

jiu-jitsu
Medalhistas (Divulgação, Arruda Team)

Chuva de medalhas

A academia Arruda Team, de Coxim, levou para a competição 22 atletas dos 450 alunos do local. Desses, 14 faturaram medalhas no Brasileiro:

  • Ouro: Nara Gisele e Ana Cristina
  • Prata: Fabiano Sena, Antônia Emanuele, Marcelo Sanches, Anelize Ferreira, Pedro Ortiz e Keithyson Alberto.
  • Bronze: Sofia Nascimento, Micaeli Sanches, Maria Fernanda, Lucas Eduardo e Hellen Priscila e Diego de Paula

Além de Coxim, a academia também tem atuação em Sonora, e no distrito de Silviolândia. Os treinadores foram Jeferson Arruda, com auxiliares Marcelo e Pedro e apoio da Prefeitura de Coxim e Gerência de Esportes. Inclusive, no último fim de semana, a equipe de Rio Verde participou do Campeonato Brasileiro de Judô, que aconteceu em Uberaba (MG).

jiu-jitsu
Equipe de Rio Verde de MT em Uberaba (Divulgação, Arruda Team)

Campeonato Brasileiro Centro-Oeste de Jiu-Jítsu

A competição foi realizada pela CBJJD (Confederação Brasileira de Jiu-Jítsu Desportivo) e FSMJJ, com apoio da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer) e Setescc (Secretaria de Estado de Turismo, Esporte, e Cidadania).

Ao todo, foram 10 áreas de lutas, que aconteceram simultaneamente, ocupando todo o espaço do ginásio. Participaram 1.175 atletas, de 69 equipes.

Segundo a FSMJJ, estes representam sete estados brasileiros: Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rondônia e São Paulo. Além disso, a competição também contou com a presença de lutadores de outros quatro países: Bolívia, Paraguai, Peru e Suíça.

O campeonato reuniu competidores nas classes mirim (6 e 7 anos), infantil (8 a 11 anos), infantojuvenil (12 a 15 anos), juvenil (16 e 17 anos), adulto (18 a 29 anos) e máster (30 a 46+), nas categorias de peso pluma, pena, leve, médio, meio-pesado, pesado, superpesado, pesadíssimo, além de lutas no absoluto (sem limite de peso). A incluiu ainda o Festival Kids, para crianças de 4 a 7 anos.

jiu-jitsu
Campeonato Brasileiro Centro-Oeste de Jiu-Jítsu (Lucas Castro, Fundesporte)