Com um primeiro tempo avassalador, o confirmou seu favoritismo e é o primeiro finalista do Campeonato Carioca. Na tarde deste sábado, recebeu o Volta Redonda no Maracanã, no , precisando de uma vitória simples, mas goleou por 7 a 0, com cinco gols marcados na etapa inicial. Cano marcou quatro vezes e chegou a 58 gols com a camisa tricolor, se tornando o quinto maior artilheiro estrangeiro do clube, pois ultrapassou o também argentino Darío Conca, com 56.

Na primeira partida, o Volta Redonda surpreendeu e venceu por 2 a 1. Mas na quarta-feira se desgastou muito para garantir sua vaga na terceira fase da do Brasil. Empatou por 1 a 1 com o Atlético-GO, em Goiânia, e depois garantiu a vaga na cobrança de pênaltis: 5 a 4. Mesmo assim, jogava por um empate, mas não conseguiu segurar a força tricolor, sofrendo o primeiro gol logo aos três minutos.

Agora, o Fluminense aguarda o vencedor da outra semifinal, entre e Flamengo. No primeiro jogo, o time rubro-negro venceu por 3 a 2 e joga por um empate. Os vascaínos precisam de uma vitória simples por terem melhor campanha. A segunda partida será realizada neste domingo, às 18h, também no Maracanã.

Logo aos três minutos, Keno fez boa jogada na esquerda, foi à linha de fundo e cruzou rasteiro, encontrando Samuel Xavier na pequena área, que completou com toque leve. Apenas quatro minutos depois, aos sete, German Cano ampliou. Nino cabeceou em cobrança de falta e o goleiro deu rebote nos pés de Cano. Atento, o artilheiro argentino não desperdiçou.

O Fluminense controlou um pouco o jogo, mas voltou a marcar aos 23 minutos. Ganso deu lindo passe em profundidade para Alexsander, que invadiu a área e chutou cruzado. Aos 39, Martinelli fez o quarto ao completar cruzamento de cabeça, no alto. Ainda deu tempo para mais um de German Cano, aos 47. Ele recebeu na esquerda da área e chutou de primeira, colocado, para fazer 5 a 0.

No segundo tempo, o Fluminense continuou com chances para ampliar e acertou a trave duas vezes. A primeira foi da própria defesa do Volta Redonda, que tentou afastar, e a segunda foi com Samuel Xavier. O sexto gol veio de pênalti, marcado após revisão no VAR, que resultou em expulsão de Alix Vinicius. German Cano chutou no canto para fazer seu terceiro, o hat-trick, e 6 a 0 para o Fluminense.

Com tamanha vantagem no placar, foi natural que o Fluminense diminuísse o ritmo, até para se preservar para a final. Fernando Diniz aproveitou para fazer várias mudanças, mas mesmo assim houve mais chances. Keno, por exemplo, foi mais um a parar na trave. Mas no fim, Keno puxou contra-ataque e acionou German Cano na área, que fez seu quarto gol no jogo, conhecido como poker-trick, fechando o placar: 7 a 0.

Saiba Mais