Palmeiras vence América-MG com golaço e amplia vantagem na ponta do Brasileirão

São 36 pontos para o Palmeiras, que lidera com quatro de vantagem para o Corinthians
| 21/07/2022
- 21:43
palmeiras
Imagem ilustrativa - (Foto: Reprodução/Cesar Greco)

Com um bonito gol perto do ângulo, Gustavo Scarpa decidiu para o Palmeiras contra o América-MG em Belo Horizonte. O gol do meio-campista assegurou o triunfo por 1 a 0 que fez o time alviverde abrisse uma vantagem um pouco maior na liderança, conquistasse o título simbólico do primeiro turno do e se mantivesse como o único dos 20 clubes invicto na condição de visitante.

São 36 pontos para o Palmeiras, que lidera com quatro de vantagem para o Corinthians, novo vice-líder, beneficiado pelo empate do com o Cuiabá. O time de Abel Ferreira não fez a melhor de suas apresentações, mas mostrou consistência e foi superior ao rival mineiro, primeiro dentro da zona de rebaixamento. Merentiel e López estrearam. O uruguaio pouco fez, enquanto o argentino mostrou, com menos tempo, que tem bola para ser titular. No fim, quase marcou de letra.

Decisões erradas, sobretudo no momento das conclusões, impediram que o placar se alterasse no primeiro tempo da partida em Belo Horizonte. Houve fases de bom futebol e muitas finalizações, mas os atacantes das duas equipes não estavam com o pé calibrado, tanto que os goleiros pouco trabalharam.

A única defesa na etapa inicial foi Matheus Cavichioli que fez. O goleiro salvou o América em arremate de Dudu que desviou no meio do caminho. Não foi a única chegada do Palmeiras, mas foi a mais perigosa. Raphael Veiga tentou em chute da intermediária que passou perto do gol e Merentiel, estreante da noite, quase alcançou dois cruzamentos. O uruguaio teve atuação apagada e vai precisar mostrar mais para conquistar a torcida palmeirense.

O América respondeu com chutes de longe de Danilo Avelar e Pedrinho em que Weverton não precisou trabalhar. No segundo tempo, Scarpa e López, o outro gringo recém-contratado, entraram O Palmeiras melhorou sua produção ofensiva e passou a ocupar por mais tempo o campo de ataque.

O atacante argentino precisou de dois minutos para mostrar mais serviço do que o uruguaio. Participativo, ele deu trabalho à defesa adversária. Mas quem marcou foi Gustavo Scarpa. O meio-campista, em grande fase, acertou belo chute perto do ângulo do bico da grande área. Golaço que deixou o time paulista à vontade, como costumar ficar quando joga fora de casa, visto que é o único invicto do torneio atuando na condição de visitante.

Veja também

Últimas notícias