Nadal diz ter sorte em fazer parte de geração com Federer e Djokovic

Nadal virou o jogo para vencer Daniil Medvedev em uma final espetacular no último domingo (30)
| 02/02/2022
- 04:50
Agência Brasil
Agência Brasil

Rafael Nadal disse que teve sorte de fazer parte de uma era do tênis que incluiu Roger Federer e Novak Djokovic, após o espanhol conquistar seu 21º título de Grand Slam no Aberto da Austrália, ficando um à frente de seus dois grandes rivais.

Nadal virou o jogo para vencer Daniil Medvedev em uma final espetacular no último domingo (30), apenas alguns meses depois de temer que sua gloriosa carreira pudesse terminar por causa de uma lesão no pé esquerdo.

Ele então prestou homenagem a Federer, que ficou de fora do primeiro Grand Slam do ano para continuar sua reabilitação de uma no joelho, e a Djokovic, que foi deportado após uma polêmica sobre a entrada na Austrália e seu status de não vacinado contra o novo coronavírus (covid-19).

“No final das contas, é apenas um jogo e de alguma forma conseguimos mais do que sonhamos quando éramos crianças”, disse Nadal a repórteres. “Não importa muito se um tem 21, um tem 20, ou o outro terminou com 23 e o outro com 21”.

“Acredito que fizemos coisas muito importantes para o nosso e alcançamos nossos sonhos e desfrutamos disso. Sinto-me sortudo por fazer parte desta era que tem sido muito especial para o nosso esporte”, declarou o espanhol.

O atleta de 35 anos, que desistiu do torneio de Wimbledon, das Olimpíadas de Tóquio e do US Open em 2021 e voltou à ação competitiva no mês passado, disse que a satisfação de ganhar seu segundo troféu do Aberto da Austrália era impossível de descrever.

“É incrível ter este troféu comigo”, declarou Nadal. “Eu me esforcei muito durante minha carreira aqui na Austrália, e esse foi provavelmente o ano mais inesperado para eu conseguir mais uma vez este belo troféu, então estou superfeliz”.

Veja também

Últimas notícias