Esportes

Vila Nova ganha com gol nos acréscimos e amplia série ruim do Operário-PR na Série B

O empate parecia ser satisfatório para ambos

Agência Estado Publicado em 29/09/2021, às 00h05

Assessoria/Vila Nova
Assessoria/Vila Nova

Na briga por pontos e posições dentro da Série B do Brasileiro, Vila Nova e Operário-PR fizeram um jogo bastante movimentado, nesta terça-feira à noite, no OBA, em Goiânia. O empate parecia ser satisfatório para ambos, no entanto o time goiano marcou o gol da vitória aos 51 minutos do segundo tempo, numa cabeçada do zagueiro Rafael Donato, garantindo o triunfo por 2 a 1.

O Vila Nova agora soma 33 pontos, no 13º lugar, ultrapassando Cruzeiro e Ponte Preta na classificação. Mas permanece preocupado com a ameaça de rebaixamento. Do outro lado, o Operário completou seu sétimo jogo sem vitória, tem 34 pontos, em 12º, e permanece no meio da tabela.

Com apoio de sua torcida, o Vila Nova começou na pressão e conseguiu seu gol aos sete minutos num lance de sorte. Dudu chutou de fora da área, mas a bola ganhou força e o goleiro Simão não conseguiu segurar. O rebote ficou com Clayton, que esticou o pé e tocou. A bola, porém, iria para fora, mas no meio do caminho desviou no corpo do próprio Simão e entrou.

O time goiano ganhou tranquilidade e controlou o jogo até os últimos 15 minutos finais, quando o Operário tentou sair mais, até chegou ao ataque, porém, sem pontaria nas finalizações. Na volta para o segundo tempo, o time visitante entrou com duas trocas. O técnico Matheus Costa abandonou a esquema com três zagueiros, tirando Odivan para a entrada do meia Rafael Longuine No ataque, colocou Paulo Sérgio no lugar de Gustavo Coutinho.

O Operário melhorou e empatou aos 14 minutos numa cobrança de pênalti de Paulo Sérgio, no meio do gol. O lance foi confirmado após consulta ao VAR que registrou a falta na área de Alesson sobre Alan. O empate deu moral para o time paranaense, que passou a tocar a bola, infiltrar e finalizar.

O jogo ficou bom, ganhou em movimentação e emoções. O goleiro Georgemy, do Vila Nova, fez duas defesas seguidas aos 26 minutos em chutes à queima roupa. O Operário perdeu um jogador expulso aos 33: o zagueiro Fábio Alemão. Ele cometeu falta, recebeu o segundo cartão amarelo e depois o vermelho. A partir daí, o visitante abriu mão de atacar e coube ao Vila Nova fazer a pressão, porém, sem objetividade e sucesso.

Mas, no último minuto dos acréscimos, já aos 51, saiu o gol da vitória. Da intermediária, Tiago Real cobrou falta. Ele levantou a bola bem alta e o zagueiro Rafael Donato apareceu para testar em diagonal e fazer 2 a 1.

Os dois times voltam a jogar no fim de semana, pela 28ª rodada. Na sexta-feira, às 21h30, o Operário recebe o Náutico, em Ponta Grossa. No sábado, às 21 horas, o Vila Nova visita a Ponte Preta, em Campinas.

FICHA TÉCNICA

VILA NOVA-GO 2 X 1 OPERÁRIO-PR

VILA NOVA-GO - Georgemy; Moacir (Rafael Silva), Renato Silveira, Rafael Donato e Willian Formiga; Dudu, Deivid e Arthur Rezende (Diego Tavares); Kelvin (Pedro Júnior), Clayton (Maná) e Alesson (Tiago Real). Técnico: Higo Magalhães.

OPERÁRIO-PR - Simão; Alex Silva, Fábio Alemão, Reniê e Djalma Silva; Odivan (Rafael Longuine), Leandro Vilela, Rafael Oller (Thomaz), Marcelo (Guedes) e Alan (Fabiano); Gustavo Coutinho (Paulo Sérgio). Técnico: Matheus Costa.

GOLS - Clayton, aos 7 minutos do primeiro tempo; Paulo Sérgio, aos 14, e Rafael Donato, aos 51 do segundo.

ÁRBITRO - Rodrigo José Pereira de Lima (PE).

CARTÕES AMARELOS - Kelvin (Vila Nova) e Fábio Alemão, Alan. Djalma Silva e Leandro Vilela (Operário).

CARTÃO VERMELHO - Fábio Alemão (Operário).

RENDA - Não divulgada.

PÚBLICO - 3.100 presentes.

LOCAL - OBA, em Goiânia (GO).

Jornal Midiamax