Esportes

Times de MS começam com saldo positivo na Copa do Brasil de Futsal Feminino

As duas primeiras fases são regionalizadas, facilitando a logística das equipes

Fábio Oruê Publicado em 20/09/2021, às 18h42

O Serc/UCDB começou a competição com vitória por 3 a 1
O Serc/UCDB começou a competição com vitória por 3 a 1 - Foto: Mauricio Moreira/CBFS

Mato Grosso do Sul está sendo representado por duas equipes na quinta edição da Copa do Brasil de Futsal Feminina. Ambas entraram em ação neste domingo (19), no Ginásio Poliesportivo Dom Bosco, em Campo Grande, em confrontos válidos pela primeira fase classificatória (oitavas de final).

A Sociedade Esportiva e Recreativa Chapadão/Universidade Católica Dom Bosco (Serc/UCDB) começou a competição com vitória por 3 a 1 sobre o Uirapuru/ Grupo Santos, de Mato Grosso. Bruninha, Thaynara Recaldes e Kamila Lobo marcaram para o time sul-mato-grossense. Karol descontou para o clube do estado vizinho ao Norte.

O duelo de volta está marcado para domingo (26), às 11h (horário de MS), no Ginásio Poliesportivo Professor Aecim Tocantins, em Cuiabá. A Serc/UCDB precisa de um empate para avançar às quartas de final.

Quem também entrou em quadra foi o Pezão/Operário Futebol Clube. A equipe de Campo Grande empatou em 3 a 3 com a Associação Primaverense de Esporte, Cultura e Lazer - APEC-PVA, de Mato Grosso.

O time mato-grossense abriu 3 a 0 com Deia (2x) e Guira. O Alvinegro da capital chegou à igualdade com gols de Maria Gabriela (Gabi), Janaína da Silva (Jana) e Laura Pacheco.

O Ginásio Aecim Tocantins também será palco do jogo de volta, às 9h (de MS). Caso vençam, as meninas do Galo garantem a classificação. Conforme regulamento da Confederação Brasileira de Futsal (CBFS), se o confronto terminar novamente empatado, será disputada em período extra de 10 minutos, divididos em dois tempos de cinco minutos, sem intervalo. Se persistir a igualdade, a decisão vai para os pênaltis.

Nesta edição participam 16 equipes de seis estados: Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. As duas primeiras fases são regionalizadas, facilitando a logística das equipes. A partir da terceira fase os confrontos são definidos por meio de sorteio.

Segundo a CBFS, a competição tem duração média de cinco meses e o campeão garante vaga na Supercopa de Futsal, torneio que reúne os melhores times brasileiros.

Jornal Midiamax