Esportes

Série B: Chapecoense garante volta à elite do futebol brasileiro

A noite desta terça-feira (12) marcou o início de uma festa que deve seguir por bastante tempo para a torcida da Chapecoense. Uma temporada após ser rebaixada, o time do oeste catarinense venceu o Figueirense no clássico estadual por 2 a 1 na 34ª rodada da competição e garantiu o retorno à elite do futebol […]

Agência Brasil Publicado em 13/01/2021, às 00h31

ACF
ACF - ACF

A noite desta terça-feira (12) marcou o início de uma festa que deve seguir por bastante tempo para a torcida da Chapecoense. Uma temporada após ser rebaixada, o time do oeste catarinense venceu o Figueirense no clássico estadual por 2 a 1 na 34ª rodada da competição e garantiu o retorno à elite do futebol brasileiro.

Com quatro rodadas de antecedência, o time alcançou 66 pontos e ocupa a vice-liderança, e não pode mais ser alcançado pelo Juventude, atual 4º colocado com 52.

O gol da Chape saiu aos 21 da etapa inicial. Após uma jogada ensaiada de escanteio, Paulinho Moccelin mandou de cabeça para o fundo da rede. Mas o jogo não foi nada fácil para os donos da casa. Em situação crítica na tabela, o Figueirense precisava dos três pontos para sair do Z-4. O time da capital de Santa Catarina chegou ao jogo na 18ª posição, com 36 pontos, a três do Vitória, primeiro time fora da zona de queda. A equipe de Salvador joga nesta quarta-feira (13), contra o Avaí fora de casa.

Após criar diversas chances, o Figueirense teve até um gol anulado. Aos 31, o atacante Diego Gonçalves, em posição irregular, desviou um chute do companheiro de equipe, Matheus Neri.

Na volta do intervalo, o jogo seguiu muito equilibrado, e a primeira chance foi do Figueirense. Aos quatro, o atacante Diego Gonçalves recebeu na área e chutou. A bola passou muito perto do gol de João Ricardo. Aos 13, quase veio o empate. O atacante Erison recebeu cruzamento e finalizou na trave.

E talvez, no pior momento da Chapecoense no jogo, saiu o segundo gol. Aos 20, o zagueiro Derlan aproveitou rebote do goleiro Rodolfo Castro para ampliar e dar mais tranquilidade.

Mas, por ironia do destino e para colocar ainda mais drama no roteiro da festa da Chapecoense, o zagueiro Derlan, que havia marcado o segundo gol, acabou colocando o braço na bola dentro da área e o juiz marcou pênalti para o Figueirense. Aos 38, o atacante Diego Gonçalves bateu e marcou. Só que após o gol, o time da capital Florianópolis não teve mais forças para ameaçar e o placar ficou mesmo no 2 a 1 para a Chapecoense.

Com a vaga na Série A da próxima temporada já garantida, agora o Verdão do Oeste tenta alcançar o líder América-MG. A distância entre as equipes é de apenas um ponto. Na próxima rodada, a equipe de Santa Catarina joga fora de casa contra o Vitória no domingo (17). O América recebe o Botafogo-SP na sexta-feira (15). Na briga para fugir do Z-4, o Figueirense, com 36 pontos, em 18º lugar, recebe o Brasil de Pelotas na sexta-feira (15).

Jornal Midiamax