Esportes

No aniversário de 35 anos, Hulk faz dois em vitória do Atlético-MG sobre o Bahia

A equipe mineira conquistou a sexta vitória seguida na competição

Estadão Conteúdo Publicado em 25/07/2021, às 21h41

O Atlético-MG foi a 28 pontos com o triunfo
O Atlético-MG foi a 28 pontos com o triunfo - (Foto: Divulgação/Atlético-MG)

No seu aniversário de 35 anos, o atacante Hulk se presenteou neste domingo com dois gols e, de quebra, deu ao Atlético-MG uma boa vitória contra o Bahia por 3 a 0, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pela 13.ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe mineira dominou nos dois tempos, criou mais chances e conquistou a sexta vitória seguida na competição.

O Atlético-MG, em segundo lugar, foi a 28 pontos com o triunfo, três atrás do líder Palmeiras, que ganhou do Fluminense no sábado. Já o Bahia, que teve início empolgante, acumula três derrotas consecutivas e vem despencando na tabela de classificação. O time nordestino é o oitavo colocado, com 17 pontos, e pode perder posições com a sequência da rodada.

Este foi o primeiro dos três jogos agendados entre os times pelos próximos 10 dias. Nesta quarta-feira eles se enfrentam às 21h30, novamente no estádio do Mineirão, pelo confronto de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. A volta acontecerá na outra semana, dia 4 de agosto, em Salvador.

Aproveitando o jogo em casa no Mineirão, o Atlético-MG começou melhor, com um caráter mais ofensivo e criando mais chances de gol. Enquanto isso, o Bahia foi a Belo Horizonte fechado. A saída eram os contra-ataques, mas foram pouco efetivos, sem causar sustos ao goleiro Everson.

A equipe mineira tinha a posse de bola a maior parte do tempo e vinha com mais perigo, principalmente pelos pés de Nacho Fernández. O meia argentino participou ativamente da criação do time e teve a principal chance de gol na etapa inicial a partir de uma cobrança de falta que fez o goleiro Matheus Teixeira se desdobrar para defender.

O Bahia, mais acuado, só chegou a finalizar para o gol em uma cabeceada de Ligger, aos 34 minutos, mas a bola fraca facilitou a defesa tranquila de Everson.

Vendo que o Atlético-MG perdeu o fôlego dos minutos iniciais, o técnico Cuca resolveu colocar no intervalo Eduardo Sasha e Tchê Tchê para tentar movimentar o setor ofensivo e a saída de bola no meio de campo. A visão do treinador valeu a pena. Aos 12, Nacho Fernández achou Hulk livre na entrada da área pela direita O atacante, em tabela com Sasha, ficou na cara do gol e só teve que tocar por cima de Matheus Teixeira para abrir o placar e coroar em seu aniversário de 35 anos, comemorado neste domingo.

O Bahia não tinha espaços e recursos para reagir. O jeito era a jogada individual ou um chute de longa distância. Galdezani, aos 25 minutos, optou pela segunda alternativa e arrematou de fora da área, obrigando Everson a se esticar e mandar para escanteio

Minutos depois, mais um presente de aniversário para Hulk. Em cobrança de pênalti, sofrido por ele mesmo, o atacante foi para a bola e fez o segundo para o Atlético-MG. Este foi o seu 15.º gol na temporada e o sexto no Brasileirão.

O camisa 7, que no começo havia sido alvo de polêmicas sobre seu ritmo de jogo, vem sendo o grande nome do clube mineiro. Na rodada anterior, contra o Corinthians, fez os dois gols que deram a vitória para o Atlético-MG. Ainda teve tempo suficiente para os donos da casa marcarem o terceiro e definitivo gol, com Nathan aproveitando rebote na área após cobrança de escanteio.

Jornal Midiamax