Esportes

Fluminense leva virada do Bragantino, mas vai às oitavas da Copa do Brasil

Foi suficiente para confirmar seu lugar nas oitavas

Agência Estado Publicado em 09/06/2021, às 23h42

Assessoria/Fluminense
Assessoria/Fluminense

O Fluminense não jogou bem e foi derrotado por 2 a 1 de virada para o Red Bull Bragantino na noite desta quarta-feira. O resultado, porém, foi suficiente para confirmar seu lugar nas oitavas de final da Copa do Brasil, já que havia vencido o jogo de ida por 2 a 0, no Rio de Janeiro. O time tricolor oscilou muito em Bragança Paulista, sofreu pressão do rival, relaxou depois de abrir o placar, mas no fim conseguiu avançar no torneio pois no placar agregado venceu por 3 a 2.

Aos 39 anos, Nenê não tem mais a explosão de antes, mas não perdeu a técnica e a qualidade no arremate. Foi do experiente meio-campista o gol do Fluminense na partida. Ele saiu em linda cobrança de falta que tocou na trave esquerda antes de entrar.

O Bragantino pressionou bastante, foi valente, lutou muito, e cresceu a partir da entrada de Jan Hurtado na etapa final. O atacante venezuelano marcou os dois gols da virada da equipe e foi o protagonista do jogo. Mas não foi o suficiente para a classificação.

O sorteio da CBF vai definir o próximo adversário do Fluminense na Copa do Brasil. Os dois times voltam a se enfrentar no domingo, às 20h30, desta vez pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo será disputado no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

Bragantino e Fluminense foram protagonistas de um bom jogo em Bragança Paulista. Impuseram um ritmo forte nos dois tempos, buscaram sair em velocidade na maioria dos ataques, mas encontraram defesas seguras. Por isso, ambos tiveram dificuldade para chegar com perigo ao gol do adversário, especialmente no primeiro tempo.

Com a necessidade de marcar três gols para ficar com a vaga, o time paulista teve mais a posse de bola e maior volume de jogo. Rondou mais a área do oponente, mas foi a equipe carioca que ficou mais perto de balançar as redes, com Gabriel Teixeira e Martinelli. No fim da etapa inicial, Jadson exigiu ótima defesa de Marcos Felipe em finalização à meia altura no canto direito.

No segundo tempo, houve mais espaços para os dois atacarem à medida que os anfitriões reforçaram a pressão, já que não havia outra saída senão atacar. Os visitantes se defenderam bem e castigaram o rival com um lindo gol de falta de Nenê. Aos 15 minutos, o veterano cobrou com categoria e viu a bola bater na trave antes de entrar.

Maurício Barbieri, insatisfeito, mexeu no time. Lançou mão de Jan Hurtado aos 21 minutos. Aos 22, o venezuelano empatou o jogo em seu primeiro toque na bola. Aproveitou desatenção da zaga tricolor e mergulhou para marcar de cabeça.

O ritmo caiu e o jogo parecia que terminaria empatado. Aos 42, porém, Hurtado reapareceu para colocar o Bragantino em vantagem explorando a deficiência do Fluminense pelo alto. Em mais uma bola levantada à área, o atacante recebeu assistência de Artur e finalizou para a defesa de Marcos Felipe, mas ficou com o rebote e estufou as redes. Contudo, já não havia tempo para marcar mais um gol e levar a definição da vaga para as penalidades. Fluminense aliviado e classificado.

RED BULL BRAGANTINO 2 x 1 FLUMINENSE

RED BULL BRAGANTINO - Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz, Natan e Aderlan; Jadsom (Leandrinho), Lucas Evangelista (Ramires) e Pedrinho (Cuello); Artur, Helinho (Hurtado) e Ytalo (Chrigor). Técnico: Maurício Barbieri.

FLUMINENSE - Marcos Felipe; Samuel Xavier, Manoel, Luccas Claro e Egídio; Martinelli, Yago e Nenê (David Braz); Caio Paulista (Kayky), Gabriel Teixeira (Luiz Henrique) e Fred (Abel Hernández). Técnico: Roger Machado.

GOLS - Nenê, aos 15, Hurtado, aos 21 e aos 42 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Wilton Pereira Sampaio (GO).

LOCAL - Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).

Jornal Midiamax