Esportes

Em ritmo de treino, Botafogo goleia Moto Club e passa à 2ª fase da Copa do Brasil

O Botafogo não teve problemas para obter classificação para a segunda fase da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, ao golear o Moto Club, em São Luís, no Maranhão, por 5 a 0. A disputa nesta primeira fase da competição era em jogo único e o time carioca tinha a vantagem do empate. O resultado é […]

Agência Estado Publicado em 10/03/2021, às 23h09

Botafogo
Botafogo - Botafogo

O Botafogo não teve problemas para obter classificação para a segunda fase da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, ao golear o Moto Club, em São Luís, no Maranhão, por 5 a 0. A disputa nesta primeira fase da competição era em jogo único e o time carioca tinha a vantagem do empate.

O resultado é importante para o time carioca, que tem o início de trabalho do técnico Marcelo Chamusca, em um ano que o time vai ter de buscar o retorno para a elite do futebol nacional, após a queda para a Série B do Brasileiro.

O Botafogo ganhou uma dose ainda maior de motivação logo aos dois minutos do primeiro tempo. O volante Pedro Castro cobrou falta da intermediária, a bola pegou no travessão, no goleiro Joanderson e entrou: 1 a 0.

O gol deu tranquilidade aos cariocas e tornou o jogo ainda mais agradável, pois propiciou ao time de Chamusca atuar em velocidade nos contra-ataques. Os velozes Warley e Ênio, pelos lados do campo, levaram perigo e criaram as melhores oportunidades.

Já o Moto Club apresentou um futebol abaixo da média. Lento e sem inspiração só foi levar algum perigo no final da primeira etapa, quando foi o Botafogo que diminuiu o ritmo, após Matheus Babi marcar o segundo gol botafoguense, aos 30 minutos, em cobrança de pênalti, sofrido pelo próprio atacante.

Aliás, Babi vem se destacando entre os jogadores do elenco do Botafogo, pois marcou dois gols no fim de semana no confronto contra o Resende, na vitória por 3 a 0, pelo Campeonato Carioca. O grandalhão, de 1,91 metro, tem demonstrado, além de bom aproveitamento nas bolas aéreas, boa habilidade com a bola nos pés.

A exemplo do que ocorreu na primeira etapa, o Botafogo mexeu no placar logo no início do tempo final, ao encaixar um belo contra-ataque. Coube a Ênio, aos seis minutos, completar a jogada, na qual teve a participação de todo o setor ofensivo.

Com o terceiro gol, o Botafogo perdeu interesse no jogo e o Moto Club ficou sem qualquer chance de recuperação. E a situação ficou ainda pior para o time da casa quando Gleydisson foi expulso por falta violenta em Benevenuto. O atacante do time maranhense ficou sete minutos em campo, pegou uma vez na bola e fez uma falta.

Mesmo sem forçar o ritmo, o Botafogo ainda conseguiu o quarto gol, aos 30 minutos, fruto do talento dos seus jovens jogadores. Se no terceiro gol Warley serviu Ênio, no quarto foi o contrário E ainda havia tempo para o gol mais bonito da noite. Aos 36, Matheus Frizzo acertou lindo voleio e completou o placar: 5 a 0

FICHA TÉCNICA

MOTO CLUB 0 X 5 BOTAFOGO

MOTO CLUB – Joanderson; Diego Renan, Alisson, Wanderson e Vinícius Paiva; Recife, Victor Manoel, Cleitinho (Lenílson) e Raí (Matheusinho); Luiz Guilherme (Felipe Ferreira) e Jerinha (Gleydisson). Técnico: Marcinho Guerreiro.

BOTAFOGO – Douglas Borges; Jonathan, Marcelo Benevenuto, Kanu e David Sousa; Luiz Otávio, Pedro Castro (Matheus Frizzo) e Marcinho (José Welison); Warley (Rickson), Matheus Babi (Matheus Nascimento) e Ronald (Ênio). Técnico: Marcelo Chamusca.

GOLS – Pedro Castro aos 2 e Matheus Babi aos 30 minutos do primeiro tempo. Ênio aos 6, Warley aos 30 e Matheus Frizzo aos 36 do segundo tempo.

ÁRBITRO – José Mendonça da Silva Junior (PR).

CARTÕES AMARELOS – Wanderson, David Sousa e Raí.

CARTÃO VERMELHO – Gleydisson.

RENDA E PÚBLICO – Jogo disputado com portões fechados.

LOCAL – Castelão, em São Luís, Maranhão.

Jornal Midiamax