Esportes

Com dois a menos, Ponte derrota Operário-PR fora e respira contra o rebaixamento

O time paulista terminou o jogo com dois homens a menos

Agência Estado Publicado em 22/09/2021, às 23h36

Assessoria/Operário-PR
Assessoria/Operário-PR

No sufoco, a Ponte Preta conquistou a primeira vitória fora de casa na Série B do Campeonato Brasileiro na noite desta quarta-feira, ao vencer o Operário por 2 a 1, no estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa (PR), pela 25.ª rodada. O time paulista terminou o jogo com dois homens a menos, já que André Luiz e Fábio Sanches foram expulsos no segundo tempo.

A Ponte Preta vinha de sequência de oito derrotas e quatro empates atuando longe de Campinas (SP). Agora, com estes importantes três pontos, assumiu a 14.ª posição, com 29 pontos, abrindo quatro pontos de distância para o Vitória (17.º).

Já o Operário chegou ao quinto jogo sem vitória no campeonato, o que impede o time de sonhar, neste momento, com chances de acesso. Os paranaenses aparecem em décimo lugar, com 34 pontos.

A Ponte Preta esteve à vontade fora de casa e mereceu a vantagem parcial de 2 a 1 antes do intervalo. O time paulista foi quem criou as melhores chances de gol, enquanto o Operário teve dificuldades de passar pela forte marcação adversária, apesar do gol marcado.

Logo aos nove minutos, Moisés arriscou de longe e Simão espalmou A bola sobrou para Richard, mas o atacante escorregou e não conseguiu finalizar. Melhor em campo, aos 21 a Ponte fez o primeiro. André Luiz chutou de longe, a bola fez uma curva e parou no fundo das redes.

Mas a resposta do Operário foi imediata e aos 26 veio o empate. Paulo Sérgio acertou a trave em cobrança de falta e Marcelo mandou para o gol no rebote.

O gol do Operário não desestabilizou a Ponte, que seguiu tocando a bola e procurando espaços no ataque. E a estratégia deu certo. Aos 45 minutos, Moisés invadiu a área, passou pela marcação e chutou cruzado para Rodrigão completar, recolocando os paulistas na frente do placar.

No segundo tempo, o Operário voltou pressionando a Ponte e teve duas boas chances de empatar. A primeira aos cinco minutos, em chute de Thomaz que Ivan fez ótima defesa. A outra veio aos 14, em finalização de Paulo Sérgio que explodiu na trave esquerda.

A pressão do Operário aumentou ainda mais a partir dos 27 minutos, quando o volante André Luiz recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Com a vantagem numérica, os paranaenses assustaram aos 34, quando Alex Silva finalizou, a bola desviou na marcação e foi para fora.

A Ponte se fechou na defesa para segurar o empate e aos 44 minutos viu o árbitro expulsar o zagueiro Fábio Sanches, também após receber o segundo amarelo. Com nove homens a em campo, os paulistas dobraram a marcação e seguraram o adversário para sair de campo com uma vitória heroica na briga contra o descenso.

O Operário volta a campo no sábado para enfrentar o Confiança, às 17h30, no estádio Batistão, em Aracaju (SE). Já a Ponte jogará no domingo contra o Brasil de Pelotas, às 18h15, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

FICHA TÉCNICA:

OPERÁRIO 1 x 2 PONTE PRETA

OPERÁRIO - Simão; Alex Silva, Rodolfo Filemon, Reniê e Djalma Silva; Marcelo Santos (Guedes), Marcelo (Schumacher)), Felipe Garcia (Rafael Oller), Rafael Longuine (Alan) e Thomaz; Paulo Sérgio. Técnico: Matheus Costa.

PONTE PRETA - Ivan; Kevin, Fábio Sanches, Rayan e Rafael Santos; André Luiz, Marcos Júnior (Yago) e Fessin (Lucas Cândido); Richard (Iago), Rodrigão (João Veras) e Moisés (Niltinho). Técnico: Gilson Kleina.

GOLS - André Luiz, aos 21, Marcelo, aos 28, e Rodrigão, aos 45 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Rodolfo Filemon, Djalma Silva e Thomaz (Operário); Fábio Sanches e André Luiz (Ponte Preta).

CARTÕES VERMELHOS - Fábio Sanches e André Luiz (Ponte Preta).

ÁRBITRO - Fábio Augusto Santos Sá Junior (SE).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa (PR).

Jornal Midiamax