Esportes

Com dois gols de Hulk, Atlético-MG vence América de Cali no Mineirão

No Mineirão

Agência Estado Publicado em 28/04/2021, às 00h00

Assessoria/Atlético-MG
Assessoria/Atlético-MG

Envolvido em polêmica no último final de semana após reclamar das poucas oportunidades com Cuca, Hulk deu a resposta dentro de campo na noite desta terça-feira, ao marcar os dois gols da vitória do Atlético-MG sobre o América do Cali-COL, por 2 a 1, no Mineirão, pela segunda rodada da Copa Libertadores.

A primeira vitória coloca o Atlético-MG na liderança do Grupo H, com quatro pontos, podendo perder a posição para Cerro Porteño-PAR ou La Guaira-VEN, que se enfrentam nesta quarta-feira. Zerado, o América de Cali-COL está na lanterna.

Pressionado por conta das últimas atuações, o Atlético-MG foi soberano no primeiro tempo. Faltou, porém, o mais importante: o gol. Foram inúmeras chances criadas, principalmente pelo lado esquerdo, com a dobradinha entre Guilherme Arana e Keno.

As duas melhores oportunidades do Atlético-MG no primeiro tempo foram originadas de cruzamentos para a área. Aos 23, Savarino cobrou falta, Guilherme Arana deu um leve desvio e a bola acertou a trave. Já nos minutos finais, Arana cruzou, Graterol espalmou mal e só não marcou gol contra porque a bola bateu no travessão.

Na etapa final, as substituições realizadas por Cuca surtiram efeito e o Atlético-MG abriu o placar aos 13 minutos. Hulk, que entrou no lugar de Vargas, foi derrubado por Graterol dentro da área e o árbitro assinalou pênalti, convertido pelo próprio atacante.

Quatro minutos depois, Savarino recebeu de Keno e tirou a marcação com um toque de calcanhar para Hulk, que só teve o trabalho de deslocar o goleiro e ampliar. Graterol ainda evitou o terceiro em outras oportunidades. E, como nada é fácil para o Atlético-MG, o América de Cali-COL diminuiu aos 31 com Luis Sánchez após saída errada de Tchê Tchê.

Os minutos finais foram de sufoco no Mineirão. Aos 41, Vergara aproveitou espaço dado por Mariano e chutou forte. A bola passou raspando a trave. Na sequência, o camisa 11 do América de Cali-COL mandou nas mãos de Everson. Apesar da pressão colombiana e da expulsão de Nathan nos acréscimos, o Atlético-MG conseguiu segurar a vitória.

Na próxima terça-feira, o Atlético-MG enfrenta o Cerro Porteño-PAR, às 19h15, no Mineirão, em Belo Horizonte. Na quinta, o América de Cali-COL busca os primeiros pontos contra o La Guaira-VEN, no Olímpico, em Caracas-VEN. Os jogos são válidos pela terceira rodada.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 2 X 1 AMÉRICA DE CALI

ATLÉTICO-MG - Everson; Mariano, Igor Rabello, Junior Alonso e Guilherme Arana; Zaracho (Nathan), Tchê Tchê e Nacho Fernández (Marrony); Savarino (Dodô), Vargas (Hulk) e Keno (Alan Franco). Técnico: Cuca.

AMÉRICA DE CALI - Graterol; Arrieta, Kevin Andrade, Ortiz e Héctor Quiñónez; Paz, Carrascal (Luis Sánchez) e Cabrera (Ureña); Murillo (Moreno), Aldair Rodríguez (Cambindo) e Vergara Técnico: Juan Cruz Real.

GOLS - Hulk, aos 13 e aos 17, e Luis Sánchez aos 31 minutos do segundo tempo

ÁRBITRO - Daniel Fedorczuk (URU)

CARTÕES AMARELOS - Junior Alonso, Alan Franco e Hulk (Atlético-MG); Carrascal, Arrieta e Kevin Andrade (América de Cali)

CARTÃO VERMELHO - Nathan

LOCAL - Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Jornal Midiamax