Esportes

Autor do gol que fez Palmeiras vencer a Libertadores, Breno Lopes está fora do mundial

Autor do gol da vitória do Palmeiras na Libertadores, Breno Lopes foi pego de surpreso ao descobrir nesta segunda-feira (1°) que seu nome não está na lista dos jogadores inscritos no Mundial de Clubes, que começa nesta semana em Qatar. O regulamento do Mundial não permite a inscrição de atletas que se transferiram para clubes […]

Carolina Rocha Publicado em 01/02/2021, às 14h27

Gol de Breno Lopes, do Palmeiras, na final contra o Santos — Foto: Staff Images/Conmebol
Gol de Breno Lopes, do Palmeiras, na final contra o Santos — Foto: Staff Images/Conmebol - Gol de Breno Lopes, do Palmeiras, na final contra o Santos — Foto: Staff Images/Conmebol

Autor do gol da vitória do Palmeiras na Libertadores, Breno Lopes foi pego de surpreso ao descobrir nesta segunda-feira (1°) que seu nome não está na lista dos jogadores inscritos no Mundial de Clubes, que começa nesta semana em Qatar.

O regulamento do Mundial não permite a inscrição de atletas que se transferiram para clubes após o fechamento da janela internacional. Como Breno Lopes foi o último contratado pelo time, quando era permitida apenas transferências nacionais. Sua contratação foi feita em novembro.

Mas sem lembrar dessa questão contratual, Breno foi pego de surpresa com a notícia que não estava entre os 23 jogadores do time.

“Fui pego de surpresa. Hoje cedo cheguei aqui no clube, recebi uma mensagem da minha irmã perguntando o que tinha acontecido. Falei: “Como assim? A gente viaja amanhã depois do jogo, de madrugada”. Logo em seguida, o diretor nosso chamou aqui para falar dessa questão da documentação. Fico triste, mas vou conseguir viajar com a delegação, passando energia positiva para os jogadores, se Deus quiser, para a gente buscar esse título também” disse Breno Lopes, em entrevista à ESPN Brasil.

Como autor do gol que levou o Palmeiras para mundial, Breno comentou sobre a frustação de não participar do campeonato. No entanto, entende os motivos e afirma que vai estar lá, mandando todas as energias positivas.

“Claro que gera uma frustração, poder chegar em um momento como esse de disputar o Mundial. Era minha primeira participação em Libertadores e ganhei, também seria minha meu primeiro Mundial, mas estou muito feliz pelo Palmeiras chegar nessa competição. É uma obsessão também da torcida, do clube. Só de ir com eles vou ficar feliz por acompanhar de perto, passar energia e poder ajudar de alguma maneira a fazer um bom trabalho e voltar com título”

O time viaja na noite desta terça-feira (2), com seus 23 jogadores que estão na lista da Fifa e a estreia do Palmeiras no Mundial de Clubes da Fifa será no domingo, enfrentando Ulsan Hyundai, da Coréia do Sul e Tigres, do México.

Jornal Midiamax