Esportes

Atletas de MS vencem campeonato brasileiro de luta olímpica neste domingo

Neste domingo (14), atletas de Mato Grosso do Sul venceram por duas vezes e subiram ao pódio no Campeonato Brasileiro Sênior de Wrestling 2021, modalidade também conhecida como luta olímpica. A competição aconteceu na Vila Olímpica Nilton Santos, na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio de Janeiro. Neste ano, cerca de 200 atletas de […]

Karina Campos Publicado em 15/03/2021, às 08h25

Atletas trouxeram para o MS medalhas de ouro e bronze. (Foto: Divulgação/Fundesporte)
Atletas trouxeram para o MS medalhas de ouro e bronze. (Foto: Divulgação/Fundesporte) - Atletas trouxeram para o MS medalhas de ouro e bronze. (Foto: Divulgação/Fundesporte)

Neste domingo (14), atletas de Mato Grosso do Sul venceram por duas vezes e subiram ao pódio no Campeonato Brasileiro Sênior de Wrestling 2021, modalidade também conhecida como luta olímpica.

A competição aconteceu na Vila Olímpica Nilton Santos, na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio de Janeiro. Neste ano, cerca de 200 atletas de 20 estados participaram das modalidades, sendo embates em 30 classes de peso, estilo livre e greco-romano.

A campo-grandense Amanda Lima Leal levou medalha de ouro na categoria até 55 quilogramas (kg), no estilo livre feminino. A atleta desbancou e deixou para trás competidoras do Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Amazonas, Paraíba e São Paulo. Além do título de melhor do Brasil na respectiva classe de peso, Amanda assegurou vaga ao Pan-Americano Sênior 2021, previsto para acontecer de 16 a 20 de maio, em Brasília.

Outra atleta do Estado, Assíria Daniela da Silva ficou com o bronze, no mesmo estilo, só que na categoria até 53 kg, enfrentando adversárias do Amazonas, São Paulo e Rio de Janeiro. O sul-mato-grossense Pedro Samuel da Silva também participou do campeonato e terminou na quinta colocação da categoria até 70 kg, estilo livre masculino.

Os jovens atletas estão no nível nacional e estavam sendo contemplados com o programa Bolsa Atleta, do Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul). O técnico Agnaldo Santos, beneficiário do Bolsa Técnico, acompanhou os lutadores na capital fluminense. O programa estará auxiliando 235 atletas e 30 técnicos em 11 categorias até 2022.

Jornal Midiamax