Esportes

Atleta de MS estará na preparação final da seleção brasileira de judô para a Olimpíada no Japão

Aléxia Vitória é uma das revelações do judô nacional

Fábio Oruê Publicado em 17/06/2021, às 11h24

Aléxia e o pai e treinador Alessandro
Aléxia e o pai e treinador Alessandro - Foto: Divulgação

A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) anunciou os 13 judocas que representarão o Brasil na Olimpíada de Tóquio 2021, no Japão. Além dos convocados, a entidade também divulgou a lista da equipe de apoio, formada por 20 atletas de base que ajudarão na preparação final da seleção verde e amarela em Hamamatsu, local de aclimatação do Comitê Olímpico do Brasil (COB) em solo japonês.

Dentre eles está a sul-mato-grossense Aléxia Vitória Vilhalba Souza Nascimento, de 18 anos, é uma das revelações do judô nacional e já vem sendo preparada pela CBJ para os próximos ciclos olímpicos: Paris-2024 e Los Angeles-2028.

A judoca foi chamada para participar de todos os últimos treinamentos de campo (camping) com a seleção brasileira principal em Pindamonhangaba (SP).

O mais recente foi realizado de 25 de maio a 1º de junho. As atividades no complexo de alto rendimento da CBJ, no interior paulista, visam integrar a base com a equipe de elite, considerada “receita de sucesso” da Confederação no processo de formação de uma nova geração de judocas.

Para o pai e técnico da atleta, Alessandro Nascimento, a convocação para a aclimatação em Tóquio é a realização de mais um sonho e uma motivação para o futuro.

“É uma honra muito grande para mim, que sou o técnico da Aléxia desde os seus três anos de idade. Olimpíadas e Mundial sempre foram o meu sonho quando atleta e, agora, vendo o meu sonho sendo realizado pela minha atleta e filha, a felicidade é dobrada”, disse.

Para Tóquio-2021, dos 13 judocas convocados, sete são homens e seis mulheres. Desses, sete atletas vão estrear nos Jogos Olímpicos. A equipe masculina do Brasil terá nos tatames Eric Takabatake (-60kg), Daniel Cargnin (-66kg), Eduardo Katsuhiro Barbosa (-73kg), Eduardo Yudy Santos (-81kg), Rafael Macedo (-90kg), Rafael Buzacarini (-100kg) e Rafael Silva “Baby” (+100kg).

Já a feminina é composta por Gabriela Chibana (-48kg), Larissa Pimenta (-52kg), Ketleyn Quadros (-63kg), Maria Portela (-70kg), Mayra Aguiar (-78kg) e Maria Suelen Altheman (+78kg).

A delegação brasileira viajará ao Japão em dois grupos diferentes. O primeiro, formado pelos judocas mais leves, sairá do Brasil em 8 de julho. O segundo, com os mais pesados, que lutarão nos últimos dias, vai embarcar rumo ao país asiático no dia 13 de julho. As disputas da modalidade na capital japonesa serão de 24 a 31 de julho.

Tanto Aléxia quando Alessandro sã o beneficiários do Bolsa Atleta e Bolsa Técnico, respectivamente,  concedidos por meio da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul).

Jornal Midiamax