Esportes

Aquidauanense representa o Brasil em Campeonato Mundial de Canoagem na Romênia

Atleta embarcou nesta segunda-feira para à Europa

Ranziel Oliveira Publicado em 28/09/2021, às 18h07

Atleta Edgar Silva Balbuena durante uma competição
Atleta Edgar Silva Balbuena durante uma competição - (Foto: Lucas Castro / Fundesporte)

O Sul-mato-grossense Edgar Silva Balbuena – natural de Aquidauana – é um dos nomes que representam o Brasil no Campeonato Mundial de Canoagem Maratona, que será disputado em Pitesti, na Romênia, de 30 de setembro a 3 de outubro. O canoísta embarcou nesta segunda-feira (27) à Europa.

Esta é a primeira vez que o aquidauanense de 19 anos sai do país para competir. “É meu primeiro Mundial e a euforia está à flor da pele. Alegria enorme e muito orgulho de representar Mato Grosso do Sul e o Brasil na competição. Como é a primeira vez que participo, não tenho nem ideia de como vai ser, as chances que eu tenho, mas vou trabalhar em cima dos tempos atingidos em competições passadas”, revela o atleta.

A rotina de treino nos últimos meses, focada na competição internacional, foi intensa. Edgar sente-se preparado para disputar de igual para igual contra adversários de todas as partes do mundo. “Os treinos foram bem pesados. De manhã treinava força e resistência, e à tarde treinava técnica. Também fiz academia à noite, sem contar os treinos na água todos os dias, de segunda-feira a sábado, de manhã e à tarde”.

Classificações a Mundiais não faltam no currículo do canoísta de Aquidauana. Em 2020, Edgar chegou a garantir vaga ao Mundial na modalidade descida, que aconteceria nos Estados Unidos, mas que acabou cancelado em razão da pandemia da Covid-19. Neste ano, o sul-mato-grossense também se classificou ao evento internacional do mesmo estilo, com sede em Bratislava, na Eslováquia, porém optou por disputar o de canoagem maratona. “Decidi ir à Romênia, porque sei que é o que tenho mais chances de me dar bem”, explica.

“Já acordo pensando na competição, me alimento pensando nela, treino, durmo, sonho com a cabeça no Mundial. Então, cada vez que vai chegando mais perto de estrear, vai juntando todas essas emoções em mim. Acho que vai ser muito bacana participar e fazer uma análise do meu desempenho a nível mundial. Acredito que esse Mundial vai servir de experiência, para manter a cabeça firme e preparada para os próximos”, finaliza Edgar, apelidado de “Massa” pelos colegas da canoagem.

O canoísta de Mato Grosso do Sul assegurou vaga ao Mundial na Romênia após bom desempenho na 28ª edição do Campeonato Brasileiro de Canoagem Maratona, organizado nas águas do Rio Paraguai, em Corumbá (MS), em novembro do ano passado. O bolsista do Governo do Estado terminou na terceira colocação da prova K1 20 km masculino sênior, uma das mais difíceis.

Jornal Midiamax