Esportes

Radialistas são acusados de machismo e assédio por time feminino de futebol

Os radialistas Roberto “Pato” Moure e Rogério Bohlke, da ‘rádio Grenal’, do Rio Grande do Sul, foram acusados de machismo e assédio pelo time feminino do Internacional. Em uma transmissão ao vivo, um dos profissionais “sugeriu” que as meninas de “pernas mais bonitas” deveriam usar calções mais justos. “Uma sugestão pra essas meninas, principalmente do […]

Renata Fontoura Publicado em 23/12/2020, às 09h27

Atletas conquistaram o Gauchão no último domingo (20) - Foto: Divulgação
Atletas conquistaram o Gauchão no último domingo (20) - Foto: Divulgação - Atletas conquistaram o Gauchão no último domingo (20) - Foto: Divulgação

Os radialistas Roberto “Pato” Moure e Rogério Bohlke, da ‘rádio Grenal’, do Rio Grande do Sul, foram acusados de machismo e assédio pelo time feminino do Internacional.

Em uma transmissão ao vivo, um dos profissionais “sugeriu” que as meninas de “pernas mais bonitas” deveriam usar calções mais justos.

“Uma sugestão pra essas meninas, principalmente do Internacional: peçam pra confeccionar calções mais curtos”, disse Bolke. “Bota calção curto. A forma como elas arregaçam os calções ficam horríveis. A estética não fica boa”, completou Roberto Pato.

O apresentador da atração, Flávio Del Pizzol, ainda tentou encerrar o assunto e pediu desculpas para a única mulher presente no programa pelo comentário polêmico. “Eloise, desculpa pela manifestação desse vovô tarado”, destacou Pizzol.

O vídeo dos comentários machistas foi compartilhado nas redes sociais.

Jornal Midiamax