Esportes

Estadual de Futebol de MS só volta quando autoridades permitirem, afirma federação

Decisão foi tomada em reunião na Federação de Futebol do Estado; nova reunião em julho fará diagnóstico da situação.

Humberto Marques Publicado em 26/06/2020, às 18h45

Reunião definiu que suspensão do Estadual segue por tempo indeterminado. (Foto: Divulgação)
Reunião definiu que suspensão do Estadual segue por tempo indeterminado. (Foto: Divulgação) - Reunião definiu que suspensão do Estadual segue por tempo indeterminado. (Foto: Divulgação)

A Série A do Campeonato Sul-Mato-Grossense de Futebol, assim como as outras competições sob a chancela da FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul), continuarão suspensas por tempo indeterminado. A intenção é que a bola só volta a rolar quando houver condições mais favoráveis, isto é, a redução da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Na quarta-feira (24), representantes de 6 dos 8 clubes que disputam as quartas-de-final do Sul-Mato-Grossense se reuniram na sede da FFMS, em Campo Grande –Águia Negra, Aquidauanense, Comercial, Costa Rica, Operário e Serc se fizeram presentes, enquanto os dirigentes de Corumbaense e Maracaju participaram por videoconferência– para tratar do tema.

Conforme a entidade, reiterou-se na reunião que o Estadual só será encerrado se houverem condições favoráveis. Vice-Presidente e Coordenador de Competições da FFMS, Marco Antonio Tavares, explicou que ficou definido o retorno da competição apenas quando as autoridades liberarem as atividades.

O prazo para o término da competição é 31 de dezembro. Na segunda quinzena de julho uma nova reunião vai analisar a situação do momento.

O Estadual foi paralisado ao fim da fase classificatória, quando também se definiu os rebaixamentos de Cena e Pontaporanense. Os 8 clubes restantes disputaram um mata-mata até que sejam definidos os finalistas.

Pelo país, clubes têm voltado aos treinamentos, caso de São Paulo e Minas Gerais, ou já retomado as partidas, como na Taça Rio (segundo turno do Campeonato Carioca). Nesses Estados, a impressão é de que a pandemia de coronavírus vem desacelerando –já em Mato Grosso do Sul, onde a doença se aproxima dos 7 mil casos e soma 68 mortes, dados indicam aceleração do contágio.

Jornal Midiamax