Esportes

VÍDEO: Com escolta, equipes chegam ao Guanandizão para treino antes da Supercopa

Guanandizão recebe partida da Supercopa de Vôlei masculino na noite desta sexta-feira; disputam o título Cruzeiro e Taubaté;

Gabriel Maymone Publicado em 30/10/2020, às 10h40 - Atualizado às 15h52

Equipe do Cruzeiro chega ao Guanandizão na manhã desta sexta-feira. (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)
Equipe do Cruzeiro chega ao Guanandizão na manhã desta sexta-feira. (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax) - Equipe do Cruzeiro chega ao Guanandizão na manhã desta sexta-feira. (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Com atraso e escoltada pelo Batalhão de Choque da PM (Polícia Militar), a equipe do Cruzeiro chegou, na manhã desta sexta-feira (30), ao Guanandizão para o último treino antes da Supercopa de Vôlei.

O principal ginásio de Mato Grosso do Sul ficou sete anos fechado e passou por reformas. A partida entre Cruzeiro e Taubaté que acontece às 20h30 desta sexta-feira marcará a volta do complexo no calendário de eventos esportivos.

A movimentação gera curiosidade na região. Por exemplo, Edinaldo Xavier Leite, que é proprietário de um bar atrás do ginásio. Ele disse à reportagem que os preparativos atraíram curiosos e espera aumentar as vendas com esse público que vai tentar se aproximar do local.

O coordenador técnico de organização de evento da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul), Rodrigo Miranda,  diz que o evento é uma porta de entrada, para que Campo Grande possa receber mais jogos de nível nacional. “Esse evento já seria marco só pela reabertura Guanandizão. Vai testar nossa capacidade de realizar evento desse porte, é porta de entrada para receber eventos de peso”, frisa. 

Como vai ser

Sem a presença de público, as equipes treinam até às 13h. Após esse horário, os jogadores iniciam a concentração até o jogo. A abertura dos portões ao público convidado será às 19h e a partida está prevista para começar às 20h30. A comissão da CBV (Confederação Brasileira de Voleibol) já está toda em Campo Grande.

O evento esportivo será o primeiro com público no país, com autorização da CBV. Ao todo, 600 pessoas estarão no ginásio, que representa 10% da capacidade do complexo. Não há venda de ingressos. Então, convites foram distribuídos a autoridades, dirigentes esportivos e ex-atletas que fizeram parte da história do Guanandizão.

Para garantir o distanciamento entre as pessoas, o público será dividido entre as cadeiras e a arquibancada. A cada cadeira ocupada, há duas vazias, para evitar o contato. Nas fileiras, a ocupação é intercalada: uma vazia, uma ocupada e outra vazia novamente. A distância deve ser mantida mesmo entre pessoas que são da mesma família. 

Guanandizão
Equipes fizeram reconhecimento da quadra na noite de quinta-feira. (Foto: Saul Schramm/Governo MS)

Para garantir a segurança do público, haverá medição de temperatura nas sete entradas do ginásio, além de álcool em gel e disponibilização de máscaras descartáveis. Equipes de Vigilância Sanitária também estarão no local.

Todos os integrantes das equipes foram testados para Covid-19 e nenhum foi confirmado com a doença.

Valendo título

O confronto único vale o título de campeão da Supercopa. A disputa é realizada entre os últimos campeões da Copa Brasil e da Superliga. Além disso, o atual campeão é o EMS Taubaté Funvic, depois de bater o próprio Sada Cruzeiro em 2019, por 3 sets a 1. Já o clube celeste é tricampeão, maior vencedor do torneio e busca ampliar a hegemonia.

O Taubaté trouxe nomes como Bruninho, Rapha, Lucão, Maurício Souza, Maurício Borges e Thales. Por outro lado, a equipe mineira tem em seu elenco Isac, Alan, Fernando Cachopa, Filipe e Facundo Conte.

Guanandizão
Equipe do Cruzeiro foi a primeira a treinar na nova quadra. (Foto: Gilberto Aguiar/Prefeitura de Campo Grande)
Jornal Midiamax