Esportes

No esquenta do “Comerário”, famílias ocupam Morenão e nem calor desanima

Enquanto não começava a partida do clássico Comercial x Operário, pela 5ª rodada do Campeonato Estadual, diversas famílias faziam a festa nas arquibancadas do estádio Morenão, em Campo Grande. Mães, pais, crianças e idosos dançavam, nas duas torcidas rivais, e nem o calor de cerca de 35°C desanimou. De um lado do estádio, a torcida […]

Guilherme Cavalcante Publicado em 03/02/2019, às 16h34 - Atualizado em 04/02/2019, às 07h49

None

Enquanto não começava a partida do clássico Comercial x Operário, pela 5ª rodada do Campeonato Estadual, diversas famílias faziam a festa nas arquibancadas do estádio Morenão, em Campo Grande. Mães, pais, crianças e idosos dançavam, nas duas torcidas rivais, e nem o calor de cerca de 35°C desanimou.

De um lado do estádio, a torcida organizada do Operário fazia a festa com instrumentos musicais, batuque e muita animação, puxados pela TGF Garra Operária. “Vai dar 4×0 pro Operário”, declarou Eraldinho, figura conhecida na torcida do Galo.

A dona de casa Eloísa Cristina Antunes, que não perde um jogo, também marcou presença. Compareceu à partida em companhia do esposo, de 43, e das duas filhas pequenas, de 2 e 6 anos. “Sou Operário desde pequena, minhas filhas amam ir ao estádio, nem o barulho de fogos assusta essas meninas”, declara a mãe. “Eu disse mais cedo que não ia vir e elas choraram. Estádio pra gente é lazer”, conta a dona de casa.

Do outro lado, os torcedores do Comercial estavam em menor número, mas a animação não deixava a desejar. A torcida organizada Falange Vermelha também comandava a animação e a expectativa é de um placar de 3×1, segundo João babal, outra figura conhecida na torcida.

“Ta muito quente, mas mesmo assim a gente veio torcer”, conta Nayara Rodrigues, que chegou ao Morenão com o marido, filho de dois anos, uma tia e uma amiga. “Aqui todo mundo é Comercial de coração”, diz.

Não longe dali, o entregador Ademar Spacino também seguia animado com o começo da partida. “Aprendi a torcer pelo Comercial com meu pai. Agora trouxe minha mãe, que veio pela primeira vez ao estadio”, disse Ademar, referindo-se a Dona Maria José, de 55 anos.

“Estou adorando! Pintei até o rosto pra torcer pelo time. A gente não tem dúvidas de que nosso time vai ganhar”, conclui.

Partida

A partida, pela 5ª rodada do Campeonato Estadual, começou às 16h. No Galo, o técnico Arilson Costa escalou para iniciarem a partida Rodrigo Arroz, Jean Carlo Daniel, Jota, Da Silva, André Paulino, Eduardo Arroz, Alberto e Thiago Miracema e Jorginho.

Já no Comercial, jogam Rodolfo, Juninho Pavi, Aglaucio, Erthal, Fernando Prado, Felipe Azevedo, Franca, Danilo, Renato MAceio, Mathes Gabriel e Hyago.

Jornal Midiamax