Esportes

MS leva bronze no 53º Campeonato Brasileiro de Tênis de Mesa Interclubes

A equipe de Mato Grosso do Sul, representada pela Associação Esportiva e Cultural Nipo Brasileira (AECNB) de Campo Grande, retornou da 53ª edição do Campeonato Brasileiro de Tênis de Mesa Interclubes 2019 com uma medalha de bronze na bagagem, conquistada por Rafael Hideaki Comyama Watanabe e Bruno de Carvalho Sone Tamaciro. A competição, organizada pela […]

Guilherme Cavalcante Publicado em 26/12/2019, às 10h12 - Atualizado às 10h15

Foto: Divulgação | Fundesporte
Foto: Divulgação | Fundesporte - Foto: Divulgação | Fundesporte

A equipe de Mato Grosso do Sul, representada pela Associação Esportiva e Cultural Nipo Brasileira (AECNB) de Campo Grande, retornou da 53ª edição do Campeonato Brasileiro de Tênis de Mesa Interclubes 2019 com uma medalha de bronze na bagagem, conquistada por Rafael Hideaki Comyama Watanabe e Bruno de Carvalho Sone Tamaciro.

A competição, organizada pela Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM), foi realizada de 11 a 15 de dezembro, no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo-SP. A delegação do Estado, composta por dois mesa-tenistas, teve o apoio do Governo do Estado, por intermédio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte). Os atletas foram comandados pelo técnico Mário Márcio Soken.

O terceiro lugar sul-mato-grossense foi alcançado por Rafael Hideaki Comyama Watanabe e Bruno de Carvalho Sone Tamaciro, na categoria absoluto B masculino, na disputa entre seleções estaduais olímpicas. Mato Grosso do Sul dividiu o bronze com o selecionado pernambucano. O Ceará foi o segundo colocado e São Paulo faturou a medalha dourada da categoria.

O 53º Brasileiro Interclubes teve a participação de mais de mil atletas, número recorde na história da modalidade, de acordo com a CBTM. As competições individuais, de clubes e equipes estaduais tiveram cerca de 60 horas de duração, distribuídas entre os cinco dias de torneio, com 40 mesas e 500 bolinhas à disposição dos atletas. No total, 40 árbitros e oficiais trabalharam no torneio.

(Com informações da assessoria)

Jornal Midiamax