Esportes

Escolha seus favoritos para apostar em Betboo na Copa América 2019

Quando se fala em Copa América, de saída, já imaginamos que Brasil e Argentina são os grandes favoritos. Dessa vez não será diferente, mesmo com a sequência de dois títulos conquistados pela seleção do Chile nas últimas edições do tornei. Mais recentemente, os chilenos ficaram de fora da Copa do Mundo da Rússia, deixando dúvidas […]

Éser Cáceres Publicado em 12/06/2019, às 10h45 - Atualizado às 10h47

None

Quando se fala em Copa América, de saída, já imaginamos que Brasil e Argentina são os grandes favoritos. Dessa vez não será diferente, mesmo com a sequência de dois títulos conquistados pela seleção do Chile nas últimas edições do tornei. Mais recentemente, os chilenos ficaram de fora da Copa do Mundo da Rússia, deixando dúvidas quanto à capacidade da equipe em ser decisiva, de acordo com os prognósticos das principais casas de apostas no mundo.

O torneio será realizado no Brasil, o que aumenta ainda mais o favoritismo e, na mesma proporção, a responsabilidade dos jogadores brasileiros. A Argentina vem com Messi, o que já a credencia a sonhar com o lugar mais alto do pódio. No entanto, surpresas podem acontecer. Tanto o Brasil quanto a Argentina estão prestes a iniciar um grande movimento de renovação, graças ao envelhecimento de suas estrelas, especialmente na defesa.

No Brasil, o único defensor com lastro para as próximas disputas é o zagueiro do PSG, Marquinhos. Thiago Silva e Miranda já apontam para a fase descendente da carreira, próximos de cederem o lugar a novos valores. Segundo a Escola de Matemática Aplicada da Fundação Getúlio Vargas, o Brasil tem 51% de chance de ser campeão da competição realizada no país. A goleada sobre Honduras por 7 x 1 em amistoso disputado no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, dá maior credibilidade à corrida pelo título que começa frente à Bolívia na próxima sexta 14/06, às 21:30 hs, no estádio Morumbi. Depois a seleção enfrenta ainda Venezuela (18/06) e Peru (22/06).

A seleção da Argentina, de acordo com a mesmo instituição, é apenas a quarta colocada entre os favoritos para a Copa América 2019, justamente porque está em franco processo de renovação, mesmo com a presença de Messi. Já nos sites de apostas, os “hermanos” aparecem em 2º lugar.

É a primeira competição oficial do técnico Lionel Scaloni. Com exceção do zagueiro do Manchester City, Otamendi, velho conhecido dos brasileiros por ter jogado no Atlético-MG, toda a defesa argentina é nova. Em compensação, o ataque vem forte, mesmo abrindo mão do craque Mauro Icardi, da Inter de Milão. Aguero, Matías Suárez e Messi, devem começar jogando o torneio.

Mas a trajetória não vai ser nada fácil para os argentinos. Já na fase de grupos, enfrenta a Colômbia (15/06), que sempre mostrou um futebol vistoso, e o Paraguai (19/06), que, na Copa Libertadores vem fazendo bonito com as campanhas de Olimpia, Cerro Porteño e Libertad, todos classificados para as oitavas de final. O último adversário é o convidado Qatar no dia 23/06.

Para conhecer os demais favoritos que podem surpreender na Copa América e apostar com sucesso continue lendo o post ou aprenda mais aqui.

A celeste olímpica sempre é forte

O Uruguai é o principal obstáculo para a dupla Brasil e Argentina na Copa América 2019. A seleção do “maestro” Óscar Tabárez vem forte, com craques que atuam em alguns dos principais times da Europa, como o zagueiro Godín, do Atlético de Madrid, e os atacantes Cavani e Suárez, de PSG e Barcelona, respectivamente. A celeste olímpica tem um time maduro, experiente, sem ser velho. Pode ser o principal momento de uma geração que, se não conquistou títulos importantes para o país, trouxe muito orgulho aos uruguaios na última década.

O Uruguai está no Grupo C da Copa América do Brasil ao lado de Equador, Japão e Chile. A estreia da Celeste será no dia 16 de junho contra os equatorianos, em Belo Horizonte. Depois, o time de Óscar Tabárez vai até Porto Alegre, na Arena do Grêmio, para enfrentar os japoneses no dia 20. E fecha sua participação na primeira fase contra os chilenos no Maracanã, dia 24 de junho.

Colômbia tem geração de ouro perto da maturidade

Com um futebol rápido e envolvente, a seleção colombiana chega ao Brasil sendo uma das quatro favoritas a vencer a Copa América 2019. A convocação do técnico português Carlos Queiroz, que já dirigiu o selecionado do seu próprio país, abriu mão de alguns valores conhecidos pelos brasileiros, como o lateral Orejuela, do Cruzeiro, o zagueiro Aguilar, do Santos, e o atacante Chará, do Atlético-MG. Porém, nomes de peso, como goleiro Ospina, o meia James Rodriguez e o atacante Radamel Falcao García, estão na lista e chegam à competição querendo mostrar serviço.

Talvez os dois jogadores colombianos mais talentosos dos últimos anos, Falcao e James vêm de uma temporada ruim na Europa. O meia, inclusive, acaba de deixar o Bayern de Munique e busca um novo clube para mostrar o seu valor. Já o atacante do Mônaco quer apagar as más impressões deixadas na França, quando o seu time, até então o adversário mais próximo do PSG tecnicamente falando, brigou para não cair na Liga Francesa.

A principal novidade na relação divulgada hoje por Queiroz é o jovem zagueiro Jhon Lucumí, do Genk, da Bélgica, que superou disputa com, entre outros, Jeison Murillo, do Barcelona. Há a expectativa de maturação de alguns atletas, que serão reforçados por uma nova geração que vem aí e que está encantando no Mundial Sub-20, liderados pelo veloz atacante Ivan Ângulo, recentemente contratado em definitivo pelo Palmeiras. A Colômbia está no grupo B da Copa América e estreará no dia 15 de junho, enfrentando a Argentina, na Fonte Nova. Quatro dias depois, será a vez de encarar o Catar, no Morumbi, e no dia 23, será a vez de encarar o Paraguai, também na capital da Bahia.

Jornal Midiamax