Esportes

Torcedores invadem CT do Santos em protesto e entram em choque com polícia

A confusão seguiu para as ruas em torno do centro de treinamento

Diretoria Publicado em 02/06/2018, às 17h15 - Atualizado em 03/06/2018, às 06h14

None

O clima ficou pesado na tarde deste sábado (2) no Centro de Treinamento Rei Pelé. Torcedores organizados do Santos organizaram um protesto no local para se manifestar contra a má fase do time na temporada. O ato acabou em violência, com invasão do local de treino e ação de contenção da Polícia Militar.
O ato foi convocado na véspera pela Torcida Jovem, maior organizada do clube. Pouco depois das 15 horas, torcedores ingressaram no CT por um dos portões. Um treino de preparação do time estava marcado para o mesmo horário, mas não havia jogadores no local -a equipe comandada por Jair Ventura enfrenta o Vitória neste domingo, na Vila Belmiro.
Em seguida, o destacamento da PM agiu, com uso de tiros de balas de borracha e também lançando bombas de gás lacrimogêneo.  e acabou minutos depois.
Imagens e vídeos da manifestação e da reação da polícia foram registrados nas redes sociais ao longo da tarde deste sábado.
Com um jogo a menos em relação à maioria dos adversários, o Santos momentaneamente ocupa a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, a 18ª colocação. A equipe paulista soma 6 pontos, com duas vitórias e cinco derrotas.
O protesto liderado pela Torcida Jovem havia sido convocado através das redes sociais na sexta-feira.
Abaixo, um trecho do texto de convocação:
“O Santos é muito grande para passar por essa humilhação e esse vexame que vem passando dentro e fora de campo, nós da TJ podemos mudar esse quadro e tirar o Santos dessa situação exigindo uma total mudança na postura dos jogadores e também da gestão do clube. Contamos com a presença de todos os TJ e Santistas em geral, nossa manifestação é em prol de um Santos melhor colocando nosso clube no lugar que ele merece, não aceitaremos manifestações sobre política do clube e nem da Torcida.”

Folhapress

Jornal Midiamax