Esportes

Jogos Radicais Urbanos movimentam fim de semana e atraem famílias ao Parque das Nações

O 2° Jogos Radicais Urbanos teve sua abertura neste sábado (13) no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande. O evento começou na sexta e seguirá tendo atrações até o domingo. Pouco mais de 700 atletas estarão participando da última etapa do circuito brasileiro de Stand Up Paddle, além das provas de Mountain Bike e […]

Vinícius Costa Publicado em 13/10/2018, às 12h44 - Atualizado em 14/10/2018, às 10h23

Foto: Marcos Ermínio
Foto: Marcos Ermínio - Foto: Marcos Ermínio
Jogos Radicais Urbanos movimentam fim de semana e atraem famílias ao Parque das Nações
Stand Up Paddle é uma das competições do fim de semana. (Foto: Marcos Ermínio)

O 2° Jogos Radicais Urbanos teve sua abertura neste sábado (13) no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande. O evento começou na sexta e seguirá tendo atrações até o domingo. Pouco mais de 700 atletas estarão participando da última etapa do circuito brasileiro de Stand Up Paddle, além das provas de Mountain Bike e Trilha.

O evento também fecha o calendário do circuito brasileiro, onde será conhecido o campeão. O esporte também atrai centenas de atletas de fora do Estado, além de contar pontos para o ranking nacional.

Haverá diversões para as crianças, com provas sendo realizadas na corrida de trilha, provas no Mountain Bike e brinquedos espalhados pelo parque. O evento conseguiu atrair a população que compareceu em bom número para acompanhar as provas pela manhã.

Mara Dolzan, mãe de uma atleta, decidiu reunir a família para prestigiar as competições e a filha. Ela comenta que “deveria ter muito mais atrações” na cidade, já que o evento caiu em um feriado prolongado. “Eu estou com meu esposo, minha nora, meus netos, a gente pode nos reunir e reunir os amigos, isso é o principal”, conta.

Dona Mara ainda cita a organização que está à altura do que foi anunciado e prometido para o fim de semana. “Estou muito satisfeita, tem um espaço muito grande para as crianças, está maravilhoso”.

Jogos Radicais Urbanos movimentam fim de semana e atraem famílias ao Parque das Nações
Dona Mara trouxe a família para prestigiar o evento.
(Foto: Marcos Ermínio)

Renata Dolzan, mãe e atleta de Stand Up Paddle, acredita que o campeonato está atraindo novas pessoas para a prática e uma forma de projeta o Estado. “Acho que esse esporte vai agregar para o Estado, trazer mais atletas. É um esporte bonito, afinal de contas, temos rios lindos, essa é a perspectiva”.

Guilherme dos Reis, natural de Ilha Bela, em São Paulo é o atual campeão brasileiro e vice mundial no Stand Up Paddle. O atleta que apesar de estar disputando a última etapa do circuito brasileiro, já está com pensamento em outra competição que será disputada na Flórida, nos Estados Unidos.

“Estou me preparando para um campeonato local na Flórida. Depois desse campeonato, tem um em Cabo Frio que vai contar para o circuito mundial do ano que vem e tenho um campeonato aonde eu moro, para esse ano são esses”.

Jogos Radicais Urbanos movimentam fim de semana e atraem famílias ao Parque das Nações
Guilherme dos Reis é vice-campeão mundial e o atual campeão brasileiro de SUP. (Foto: Marcos Ermínio)

Apesar de ter 20 anos, a experiência é levada em conta, já que tem títulos importantes e participações em outros campeonatos. Ele avalia que evento desse porte consegue sim trazer novas pessoas para o esporte. “Qualquer prova incentiva a galera, a gente procura tentar fomentar o esporte e esse campeonato com certeza vai chamar a atenção da galera”.

Marcelo Rebua, presidente da Associação Pantaneira de Stand Up Paddle explica que a prática desse esporte está sendo em rios da cidade, mas conta que há perspectiva de construção de um centro de treinamento. “Estamos estudando para ter uma sede própria, um local específico para treino, até para quem quiser conhecer o esporte e cada vez mais adaptar na prática”.

O diretor-presidente da Funesp, Rodrigo Terra que está a um ano e dez meses à frente da administração, avalia que o trabalho está sendo bom nas políticas públicas de esporte da cidade, o que atrai a população e outros tipos de eventos.

“Acho que Campo Grande está num rumo muito bom. Conseguimos trazer inúmeras provas de âmbito nacional. Idealizamos e já estamos na segunda edição dos jogos radicais. Temos um projeto, o ‘Movimenta CG’ que hoje atende quase 16 mil pessoas em 50 lugares diferentes da cidade”, afirma.

Terceira edição

Para o próximo ano, Rodrigo adianta que com o sucesso dos jogos, haverá a terceira edição dos jogos radicais na cidade e fechará o calendário de festas do mês do aniversário da capital.

“Já está definida. A pedido do prefeito, colocamos os jogos radicais urbanos no calendário da cidade. Estamos ajustando para que seja em uma data diferente, esse mês de outubro, é um mês que chove muito e isso dificulta muito realizar eventos ligados a natureza. A ideia é trazer para agosto, dia 31 como última ação do aniversário de Campo Grande”, conta o diretor.

Programação

A programação dos eventos continua nessa tarde, às 15 horas com as corridas de trilhas para crianças e profissionais. As duas provas acontecerão no Parque das Nações Indígenas.

No domingo, no período manhã e da tarde terão provas de Mountain Bike, para crianças e profissionais, com provas nas categorias de Turismo – 20 km, Sport – 30 km e Pró – 50 km.

Jornal Midiamax