Esportes

Corinthians bate o Sport e carimba o maior turno da história

Diante de 40 mil pessoas em Itaquera, Timão faz 3 a 1.

Midiamax Publicado em 05/08/2017, às 23h19

None

Diante de 40 mil pessoas em Itaquera, Timão faz 3 a 1.

​Uma pirueta, duas piruetas, bravo, bravo! Como um time de artistas de circo que encantou seu respeitável público superior a 40 mil pessoas no picadeiro da Arena Corinthians, o Timão do mágico Fábio Carille fechou o melhor primeiro turno da história do Campeonato Brasileiro em pontos corridos com 20 clubes. Neste sábado, diante do Sport, Guilherme Arana, Rodriguinho e Pedro Henrique foram os protagonistas da noite com os gols marcados na vitória por 3 a 1 (Thallyson descontou), que fez o Timão chegar a incríveis 47 pontos. São 11 pontos a mais que o Grêmio, que completa a 19ª rodada neste domingo, contra o Atlético-MG.

​A arte começou cedo em Itaquera, pelos pés do acrobata Guilherme Arana. Depois de perder uma chance com Rodriguinho em boa defesa de Magrão, o Corinthians abriu o placar após linda jogada de Fagner pela direita, ao driblar Osvaldo, cortar Sander e cruzar na área. Após Maycon furar, a bola encontrou Guilherme Arana na entrada da área pela esquerda para bater firme, no canto. O lateral-esquerdo comemorou o gol com uma cambalhota no gramado. Bravo! 

O Sport até tentou roubar a cena após uma cobrança de escanteio em que Cássio saiu mal do gol e Durval ganhou pelo alto, mas foi o Corinthians quem teve as melhores chances do primeiro tempo em que dominou, não fez faltas e se impôs. Teve gol anulado de Romero, chances perdidas por Rodriguinho e um lindo chute de Clayson após cortar Samuel Xavier – uma rotina em Itaquera.

[Mais de 41 mil torcedores lotaram a Arena Corinthians e viram mais uma vitória do Corinthians no Campeonato Brasileiro. Alguns deles puderam até abraçar o lateral Guilherme Arena durante a comemoração de seu gol]
Mais de 41 mil torcedores lotaram a Arena Corinthians e viram mais uma vitória do Corinthians no Campeonato Brasileiro. Alguns deles puderam até abraçar o lateral Guilherme Arena durante a comemoração de seu gol
Foto: Léo Pinheiro/FramePhoto/Gazeta Press

Depois da acrobacia de Arana, Rodriguinho começou o segundo tempo bancando o malabarista. Com 19 segundos de bola rolando, o Corinthians roubou a bola do Sport e Maycon tocou em velocidade para o meia, que avançou sem marcação e bateu no ângulo, sem defesa. Arte pura. Apenas vinte minutos depois, mais um: Clayson bateu escanteio e Pedro Henrique domou toda a defesa do Sport para subir sozinho e cabecear para baixo, de novo sem chances para Magrão. O malabarista e o domador do circense Corinthians não deixaram o time pernambucano respirar. 

A questão é que o time pernambucano também tinha uma carta na manga. Aos 37 minutos, o recém-acionado Thallyson bateu de fora da área, escorregou, e viu a bola entrar no ângulo de Cássio. Um golaço de honra para abrilhantar o espetáculo na Arena Corinthians. Bravo!

[Diego Souza foi um dos jogadores do Sport mais acionados, mas sofreu com a forte marcação do Corinthians]
Diego Souza foi um dos jogadores do Sport mais acionados, mas sofreu com a forte marcação do Corinthians
Foto: MIGUEL SCHINCARIOL/Gazeta Press

FICHA TÉCNICA 
CORINTHIANS 3 X 1 SPORT 
Local : Arena Corinthians, São Paulo (SP) 
Data-Hora : 5/8/2017 – 19h 
Árbitro : Wagner Reway (Fifa-MT) 
Auxiliares : Fabio Rodrigo Rubinho e Marcelo Grando (ambos do MT) 
Público/renda : 41.279 pagantes/R$ 2.446.519,40 
Cartões amarelos : Romero (COR), Oswaldo Henríquez e Samuel Xavier (SPO) 
Cartões vermelhos: – 
Gols : Guilherme Arana (9’/1ºT) (1-0), Rodriguinho (1’/2ºT) (2-0), Pedro Henrique (21’/2ºT) (3-0) e Thallyson (38’/2ºT) (3-1) 

CORINTHIANS : Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Balbuena e Guilherme Arana (Léo Príncipe, 36’/2ºT); Gabriel, Maycon (Camacho, 30’/2ºT), Rodriguinho, Romero e Clayson (Pedrinho, 29’/2ºT); Jô. Técnico : Fábio Carille. 

SPORT : Magrão; Samuel Xavier, Durval, Oswaldo Henríquez e Sander; Patrick (Thallyson, 32’/2ºT), Rithely, Osvaldo (Anselmo, 14’/2ºT), Diego Souza e Everton Felipe (Juninho, 14’/2ºT); André. Técnico : Vanderlei Luxemburgo.

Jornal Midiamax